Luis-Sepulveda_exact780x1040_p
Fonte: radio.uchile.cl

Luís Sepúlveda galardoado com Prémio Eduardo Lourenço

O escritor chileno, Luís Sepúlveda recebeu na passada sexta-feira, dia 29 de abril, o Prémio Eduardo Lourenço, consagrando-se assim a 12.ª personalidade a ser distinguida pelo Centro de Estudos Ibéricos.

O prémio, no valor de 7500 euros destina-se a galardoar, de acordo com o Centro de Estudos Ibéricos, “personalidades ou instituições com intervenção relevante no âmbito da cultura, cidadania e cooperação ibéricas”.

O anúncio foi feito por Victor Amaral, Vereador da Cultura da Câmara da Guarda. O júri “reconheceu o trabalho do escritor em louvor da Língua e da Cultura espanholas, fazendo da pátria idiomática, que tem a dimensão plurinacional de vários continentes, uma aventura criadora em que o Homem é a medida de todas as coisas”, considerando o autor como “mediador da Cultura Ibérica”, segundo declarações oficiais ao Centro de Estudos Ibéricos.

Em edições anteriores foram congratuladas personalidades de relevo de Portugal e Espanha, onde se destacam Maria João Pires, pianista, em 2007, Mia Couto, escritor, em 2001, José María Martín Patino, teólogo, em 2012 e Agustina Bessa Luís, escritora, em 2015.

Nascido em Ovalle, no Chile, em 1949, Luís Sepúlveda é internacionalmente conhecido pelos romances O Velho que Lia Romances de Amor e História de uma Gaivota e do Gato que a Ensinou a Voar. Toda a sua obra está traduzida para português.