O ator norte-americano, que passou grande parte da carreira a fazer comédias em Hollywood, é a mais recente adição do elenco de The Catcher was a Spy.

Depois de conquistar o público ao interpretar o carismático Scott Lang em Homem-Formiga – e, mais recentemente, em Capitão América: Guerra CivilPaul Rudd será o protagonista do thriller político The Catcher was a Spy, uma adaptação baseada no bestseller internacional de Nicholas Dawidoff.

Rudd vai interpretar Moe Berg, um agente secreto que trabalhava para a OOS – a famosa agência que mais tarde viria a ficar conhecida por CIA – durante a Segunda Guerra Mundial. A história centra-se nas peripécias de Moe, um agente que usava o disfarce de jogador profissional de baseball na Ivy League, falava nove línguas diferentes e passou mais de cinco anos, em actividade, na MLB, onde chegou a pertencer a equipa dos Chicago White Sox.

Apesar da narrativa interessante, este projeto esteve durante vários anos preso por pequenos detalhes e foi mudando de mãos até chegar a PalmStar Media. Curiosamente, a ideia inicial da Warner Bros – um dos primeiros detentores do título – passava por dar o papel principal a George Clooney. Contudo, após a PalmStar Media comprar o projeto, o papel passou imediatamente para Paul Rudd.

The Catcher Was a Spy vai ser realizado por Ben Lewin, com argumento escrito por Robert Rodart, e ainda não tem data de estreia prevista para as salas de cinema internacionais.