A dança pode não fazer parte do teu dia a dia, mas decerto que aprecias observar esta arte e, quem sabe, até experimentá-la nem que seja escondido no teu quarto ou naquela saída com os amigos. Pois bem, no próximo dia 29 de abril celebra-se o Dia Mundial da Dança e, para assinalar o dia, companhias e grupos de dança, escolas, associações e autarquias de todo o país preparam uma vasta programação nesta área. Se não sabes onde te dirigir e comemorar a arte do movimento do corpo, o Espalha-Factos dá-te algumas sugestões.

Norte

No Grande Porto, a Escola Eu Danço preparou um dia recheado de atividades, entre elas aulas abertas e várias apresentações que, aliás, já começaram e se estenderão até sábado, dia 30. Aqui podes consultar o programa e os horários.

Ainda pela cidade invicta, o Clube União Fanzerense está a preparar um flashmob junto ao Edifício Transparente, que arrancará pelas 15h de 1 de maio, iniciativa que o clube repete pela segunda vez. O União Fazerense conta já com a presença de 500 bailarinos. Posteriormente, e até às 17h, o Edifício Transparente recebe ainda várias aulas e workshops gratuitos e abertos ao público, que vão desde o hip-hop ao contemporâneo, passando pela salsa, o djembel e o zumba.

Em Braga, num desafio lançado pela Câmara Municipal, as escolas de dança do Concelho participam no B de Dança, um programa intenso de aulas, exibições e espetáculos que começou dia 23 de abril e terminará dia 30. Aqui encontras a programação para os próximos dias, bem como as horas e os locais.

O Teatro de Vila Real recebe, dia 29, às 21h30, o espetáculo de Tiago RodriguesAssim tipo… dança contemporânea, uma criação para a Companhia Instável. Em digressão desde o ano passado, este espetáculo cruza a dança contemporânea com outras expressões artísticas.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Também a cidade de Chaves não quis deixar a data passar em branco. Como tal, o Teatro Experimental Flaviense, com o apoio da autarquia, organizou um espetáculo comemorativo deste dia tão especial. A partir das 21h30, no Cine Teatro Bento Martins, festeja-se “a graça, o movimento e a harmonia entre o corpo e o espírito”.

Ainda na sexta-feira, estreiam-se as peças de dois destacados coreógrafos portugueses. Uma delas é Olga Roriz e a sua companhia. Apresentam Antes que matem os Elefantes, uma peça centrada na guerra, às 22h00, no Centro Cultural de Ílhavo, Aveiro.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Centro

Outro é Rui Horta que, pela Companhia Nacional de Bailado (CNB), apresenta a sua versão do clássico Romeu e Julieta, com música de Bruno Pernadas. A estreia acontece dia 29, no Teatro Camões, em Lisboa, às 21h00.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

No mesmo dia, no Barreiro, é apresentado, pela companhia Quorum Ballet, o bailado Correr o Fado. O espetáculo, um projeto que partiu da ideia de alterar a forma como se vê, ouve e se sente o Fado, realiza-se às 21h30, no Auditório Municipal Augusto Cabrita.

Integrado nas comemorações deste dia, a Classic Stage apresenta a 2ª edição de uma grandiosa Gala internacional de ballet clássico, a Gala Ballet Russian Classical Ballet, sob direção artística de Evgeniya Bespalova, prestigiada bailarina internacional e diretora da famosa companhia de dança. No dia 29, pelas 21h30, poderás assistir ainda a este espetáculo no Centro Cultural Olga Cadaval Auditório Jorge Sampaio, em Sintra.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

No dia 30 de abril, também em Sintra, tem início a 5.ª edição do Festival Corpo Encontro Internacional de Dança, que irá decorrer até domingo, na Quinta da Ribafria. O público poderá assistir a mostras de dança, workshops e espetáculos, participar em diferentes aulas ou visitar o centro de exposições. Em destaque estarão vários estilos de dança, como o hip-hop, dança oriental, africana, cigana, flamenco, contemporânea e clássica.

No Salão Preto e Prata, do Casino Estoril, arranca, também no dia 29, a 9.ª edição do Campeonato Internacional de KizombaÁfricAdançar, que se prolonga até 1 de maio.

Em Palmela, as comemorações começaram a 16 de abril, mas continuarão até dia 30, sábado. A companhia de dança residente no Cineteatro S. João, DançArte, e a Câmara Municipal de Palmela assinalam o Dia Mundial da Dança 2016 com um programa ‘com muito movimento’.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Em Ourém, as várias iniciativas iniciaram-se dia 26 e terminarão dia 30 com a projeção do documentário La Danse, no Parque da Cidade António Teixeira.

Ainda no âmbito do Dia Mundial da Dança, a Câmara Municipal de Abrantes tem promovido ao longo deste mês um conjunto de iniciativas comemorativas. O programa culmina na sexta-feira com a apresentação do espetáculo Dueto com Cinema, pela Companhia Paulo Ribeiro, no Cineteatro S. Pedro, às 21h30.

Ainda no centro do país, desta vez em Tomar, a Escola Vocacional de Dança da Sociedade Filarmónica Gualdim Pais e o Município de Tomar levam a dança ao centro histórico da cidade. No dia 29, a partir das 15h, quem passar pela Corredoura e pela Praça da República irá cruzar-se com um espetáculo de rua intitulado Dança Itinerante.

Sul

Em Faro, a efeméride vai ser assinalada com um espetáculo de dança contemporânea, intitulado Passeio sem Mapa, de Filipa Rodriguez e em parceria com a associação Curiosaplauso. Terá lugar no Teatro Lethes, às 21h30, e contará com a interpretação da própria coreógrafa, de Maria Ramos, Gaziela Costa e de alunos de dança do Teatro Lethes.

Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

Ilhas

A Câmara Municipal da Horta, em parceria com a Urbhorta e o Teatro Faialense, preparam também um programa muito especial dedicado a esta data, com aulas aberta, formações e entre outros eventos. Aqui podes consultar todo o programa e horários desta semana cheia de diversão, exercício e muita dança.

Foto: Lieven SOETE via Visualhunt

Foto: Lieven SOETE via Visualhunt

O Dia Mundial da Dança foi instituído em 1982 pelo Conselho Internacional da Dança (CID), entidade que integra a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

A data foi escolhida para recordar o nascimento do coreógrafo francês Jean-Georges Noverre (1727-1810), um dos pioneiros da dança moderna. Desde então, o objetivo deste dia é celebrar esta arte, mostrar a sua universalidade e, claro, fomentar a sua prática que contribui para o bem-estar físico e mental.