Once Upon a Time está de volta com um episódio que, apesar de ter tido coisas boas, pareceu ser completamente “para encher chouriços”. E já vamos perceber porquê. O novo episódio, intitulado Our Decay, estreou no canal ABC no dia 3 de abril. Em Portugal, as histórias encantadas de Era Uma Vez sobem ao palco do AXN White.

Na terra de Oz, há muitos anos, Zelena (Rebecca Mader) continua com o seu plano de vingança por ser ter sido abandonada em bebé. O seu objetivo é realizar um feitiço para viajar no tempo e alterar os acontecimentos – algo extremamente complicado que nunca nenhum feiticeiro conseguiu fazer.

O feitiço implica quatro elementos, um deles um símbolo de inteligência, ou seja, um cérebro – mais precisamente, o cérebro do Espantalho. Infelizmente para Zelena, a tão conhecida Dorothy (Teri Reeves) aparece para salvar o Espantalho. Felizmente para a bruxa, Hades (Greg Germann) também aparece para ajudar à festa.Once Upon a Time

No Submundo, no tempo presente, Rumplestiltskin (Robert Carlyle) está a trabalhar para Hades, criando um portal que crie uma ligação com Storybrooke, porque Hades precisa do bebé recém-nascido de Zelena, por razões que serão exploradas mais à frente. Mas o vilão acaba por receber mais do que havia esperado.

Em Storybrooke, Belle (Emilie de Ravin) está a cuidar dos bebés no orfanato e Zelena aparece para reclamar a sua filha de volta. A bruxa tinha sido enviada de volta para Oz na primeira metade da temporada e agora aparece em Storybrooke sem qualquer justificação? Isto é um buraco na narrativa do tamanho do mundo. Mas enfim, adiante. O portal é aberto e as três acabam por ser arrastadas para o Submundo: Belle, Zelena e a bebé.

De volta a Oz, há muitos anos, Hades está disposto a ajudar Zelena na sua missão. Pelos vistos, também ele tem inveja do seu irmão, pois foi Zeus quem recebeu as glórias todas e teve direito a viver no Olimpo. Hades explica que apenas o verdadeiro amor poderá consertar o seu coração e transportá-lo de volta ao mundo real em forma de humana.

A grande questão é: quem iria amar o grande vilão do Submundo? Porém, quem iria amar uma bruxa tão louca quanto Zelena? A resposta é óbvia: vamos unir forças e ser a maior equipa de vilões que este mundo alguma vez viu.Once Upon a Time

No Submundo, Zelena está ferida e sem magia, o que dá a chance a Belle de escapar com a bebé. Pelo caminho, ela encontra Rumple e apercebe-se que foi ele quem criou o portal, portanto ele percebe que mais vale dizer a verdade. Rumple confessa o acordo que fez há muitos anos, relativamente a ceder o seu segundo filho, acrescentando que Belle está efetivamente grávida. Belle tem a reação que qualquer pessoa teria: feliz por estar grávida e chocada com a possibilidade de perder o filho que aí vem.

Como se isto não bastasse, Rumple confessa ainda que é novamente o Sinistro – e desta vez muito mais poderoso. Somos mais uma vez recordados da história da Bela e o Monstro, quando Rumple explica “Tu não te apaixonaste por mim porque havia um homem por detrás do monstro. Tu apaixonaste-te porque o homem e o monstro são um só“. Palavras sábias e que ninguém pode contradizer, nem mesmo Belle.

Em Oz, Hades e Zelena partem em busca de Dorothy e do Espantalho, tendo um momento romântico em cima de uma bicicleta. Eu percebo a razão pela qual estes dois se possam sentir atraídos um pelo outro, mas este casal é simplesmente estranho. Enfim. Os vilões lá chegam ao seu destino, Zelena derrota Dorothy e rouba o cérebro ao Espantalho.Once Upon a Time

O novo casal decide festejar a conquista num jantar romântico e Hades confessa que está realmente apaixonado por Zelena, tentando beijá-la. Ainda assim, a bruxa tem os seus próprios complexos e acredita que Hades apenas a quer usar para se aproveitar do seu feitiço de viagem no tempo. O vilão sente-se magoado, vendo os seus sentimentos a ir por água abaixo, e decide respeitar a decisão de Zelena, saindo de cena.

De volta ao Submundo, Zelena consegue apoderar-se da sua filha e foge com ela. Ainda assim, apercebendo-se que não lhe consegue dar a proteção que ela merece, decide cedê-la de volta a Belle e aos restantes protagonistas – porque o Submundo é gigante mas, por alguma razão, as pessoas conseguem encontrar-se todas facilmente. A bruxa apercebe-se que Hades está também a tentar fazer o feitiço de viagem no tempo e a bebé é um dos ingredientes necessários: um símbolo de inocência.Once Upon a Time

Com a bebé agora em segurança, Zelena e Hades têm finalmente o seu momento cara a cara. Hades explica que apenas queria manter a bebé em segurança e que construiu o Submundo à imagem de Storybrooke para agradar a Zelena – para lhe dar tudo aquilo a que ela nunca teve direito. Para além disso, Zelena nunca soube o seu aniversário graças a ter sido abandonada, mas Hades descobre: 15 de abril (está quase!). Hades insiste que ama Zelena e continuará à espera dela, caso ela mude de ideias. E assim termina o episódio.

Isto foi uma hora dolorosa. Ver Once Upon a Time repetir as mesmas histórias num só episódio é simplesmente imperdoável. Feitiço de viagem no tempo? Beijo do verdadeiro amor? Tudo isto já foi mais do que trabalhado. Ainda assim, foi uma boa desculpa para ter uma pausa relativamente a Emma (Jennifer Morrison), Hook (Colin O’Donoghue) e os restantes protagonistas. O episódio parece ter acrescentado pouco ou nada à narrativa e, agora que Hook está são e salvo, espero que os protagonistas saiam do Submundo de uma vez por todas. Estou a cansar-me deste mundo mais depressa do que pensava.

NOTA: 5/10