Untouch1

Remake americano de The Intouchables a caminho… e já tem protagonistas

Hollywood sempre manteve debaixo de olho o que de melhor se faz no cinema europeu e nunca se coibiu de tornar seus alguns dos casos de sucesso, ainda que falhando por vezes em fazer jus às obras originais. Desta vez, o eleito é The Intouchables (2011), menino dos olhos dos críticos e do público deste lado do Altântico, que rendeu um total de 416 milhões de dólares em todo o mundo, apesar dos modestos 10 milhões arrancados a ferros nos Estados Unidos.

Com Simon Curtis (My Week with Marilyn, David Copperfield) referenciado para a realização, a Weinstein Co., compradora dos direitos do filme, já terá escolhido Bryan Cranston e Kevin Hart como o improvável duo principal, ocupando os lugares de François Cluzet e Omar Sy nos papéis de Philippe e Driss, respectivamente. Enquando Bryan Cranston parece uma escolha óbvia para interpretar o aristocrata paraplégico, Hart revela-se uma surpresa enquanto Driss, o jovem senegalês acabado de sair da prisão, contratado por Philippe como auxiliar de enfermagem, não só porque estamos habituados a vê-lo em projectos com mais gargalhadas e menos pulso, mas também porque Sy se destacava no grande ecrã pelo seu porte físico imponente, em muito diferente da imagem do comediante americano.

Depois de um período de alguma instabilidade em que foram sondados nomes como Paul Feig, Tom Shadyac e Colin Firth, o remake parece ter finalmente pernas para andar, agora que as estrelas estão praticamente asseguradas. As filmagens devem começar ainda este verão.

Mais Artigos
Óscares com maior número de candidaturas desde 1970.
Óscares. Academia com maior número de inscrições desde 1970