Yeasayer - Amen & Goodbye
Fonte: innocentwords.com

Crítica: “Amen & Goodbye” dos Yeasayer

Amen & Goodbye é o título do quarto álbum dos Yeasayer, o grupo de Brooklyn que celebra este ano o seu décimo aniversário. Para comemorar, o grupo lançou um álbum à sua medida, dentro do rock psicadélico e experimental. Pode não ser um dos melhores álbuns de 2016 até agora, mas não deixa de ser um registo interessante.

A viagem começa com Daughters of Cain. Uma sonoridade meio dreamy ocupa o espaço, ao lado de sintetizadores que se prolongam no tempo. Chegamos assim a um dos primeiros singles deste Amen & Goodbye. A voz de Chris Keating dá-nos aquilo que há já quatro anos queríamos ouvir, o timbre único, que encaixa na perfeição com os jeitos psicadélicos dos Yeasayer.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=7XzqCUbiPc4]

Prolongando aquele que se pode considerar o primeiro ponto alto do álbum, passamos agora para Silly Me. A guitarra e os pormenores eletrónicos conjugam-se na perfeição. O tema remonta o ouvinte para alguns temas do álbum Fragrant World. Na mesma onda, encontra-se mais à frente o tema Dead Sea Scrolls.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=5rQxrZn8-A0]

A dado momento, a percussão toma o protagonismo e guia o ouvinte para Divine Simulacrum. Trata-se de uma música com uma energia diferente das faixas anteriormente apresentadas. Num ritmo mais lento, o tema denota uma pujança própria, conferida por uma batida que já vem desde a pequena introdução intitulada Computer Canticle 1.

Um cravo acompanhado de aplausos rompe com a fluidez do alinhamento. Child Prodigy funciona como uma espécie de interlúdio para uma hipotética segunda parte do álbum.

A partir daqui restam-nos poucas faixas. Gerson’s Whistle é uma faixa que retoma e consolida todo um tom mais obscuro que os Yeasayer tem vindo a mostrar neste novo álbum. Uma é o tema mais lento do álbum, que conta com um arranjo de piano interessante. É mais um tema de pendor dreamyCold Night é a faixa onde a veia rock do grupo volta a vir ao de cima. Sem dúvida, mais um ponto a favor neste novo disco do grupo.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=ifpS0P1HcJ8]

O álbum Amen & Goodbye pauta por uma sonoridade mais obscura, quando comparado com o projeto anterior. Este poderá não ser o melhor álbum do grupo, mas também está longe de ser o pior. Num meio-meio questionável, numa espécie de corda bamba, este é o novo álbum dos Yeasayer.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=i9QdOTfxgq0]
Nota Final: 7/10

Mais Artigos
Princípio, Meio e Fim
Crítica. ‘Princípio, Meio e Fim’ é uma ode à criatividade