Ele é conhecido pela sua irreverência, por usar roupas cada vez mais extravagantes nos videoclips e, na passada quarta-feira, esteve no MEO Arena perante milhares de pessoas. Macklemore não desiludiu quem há semanas aguardava pela sua chegada a Portugal e deu um concerto cheio de surpresas para quem pensava que ia apenas ver pessoas a cantar e a dançar.

Macklemore e Ryan Lewis atuaram pela primeira vez em Portugal e logo no MEO Arena. Antes das estrelas da noite, o jovem de 19 anos Raury aqueceu o público e a energia contagiante foi transmitida com sucesso para o que estava para vir. E o que estava para vir era uma série de surpresas e acontecimentos pouco habituais em concertos. Ora lê:

1 – Não havia apenas uma banda, mas várias bandas

“Variedade” é o termo mais correto para descrever as pessoas que acompanharam Macklemore e Ryan Lewis em palco. Havia uma série de músicos apenas dedicados à percussão, uma banda de sopros, havia até uma banda de cordas, um pianista e depois havia um músico que batia no prato de uma bateria… com um taco de basebol. Porque não…

2 – Macklemore fez lançamento da bolacha, e quase batia o recorde

Durante a música Let’s Eat, uma mesa de jantar apareceu em palco e serviu de adereço perfeito para o tema, mas não só. Em cima da mesa estava um prato com bolachas que foram distribuídas pelas pessoas na primeira fila pois, como diz a música, “I’m not gonna wait, I’m not tripping about my weight, no”.

12920481_10150621389899950_7228043445215107609_n

Mas sobrou uma bolacha, e era para Macklemore. Para comer? Não. “Estive a fazer uma pesquisa e, em Portugal, nunca ninguém conseguiu atirar uma bolacha deste palco para as bancadas. Estou aqui para bater esse recorde”, disse o cantor de 32 anos. Vai atrás, apanha balanço, atira a bolacha e… falha, mas por muito pouco!

3 – Macklemore é na verdade um grande fã de Portugal

Ainda mal o concerto tinha começado e Macklemore já estava deliciado com o público do MEO Arena, e foi então que decidiu partilhar uma história pela qual muitos não estavam à espera. Esta era a primeira vez do cantor em Portugal a atuar, mas já com 11 e 15 anos, Macklemore tinha estado em Albufeira a passar umas férias de verão com os seus pais, e desde então que se apaixonou pelo nosso país.

“Não quero mais sair daqui. Portugal é o lugar mais memorável da Europa”, referiu o cantor, pouco tempo depois de ter soltado um “obrigado” em português para euforia do público.

12936537_10150621398044950_3133415456985413076_n

4 – Nunca está acabado até estar acabado

Momentos em que o cantor ou a banda supostamente terminam o concerto e voltam depois de muitos gritos do público e já com as luzes todas apagadas. Se foste a algum concerto na tua vida, certamente que te estás a lembrar de um cenário parecido. Mas com Macklemore, isso não aconteceu uma, mas duas vezes.

A Can’t Hold Us era, aparentemente, a última música do reportório. Toda a gente saiu do palco, mas quem não arredou pé foi o público, que pedia por mais. Pouco tempo depois, todos regressaram novamente ao palco para cantar mais dois singles, incluindo Dance Off. Todos vibraram um pouco mais antes de todos os elementos que pisaram o palco serem apresentados e de recolherem todos novamente ao backstage.

Uma vez mais, o concerto ainda não estava terminado, pois faltava o hit Downtown, um dos principais do novo álbum. E terminava assim o concerto em pleno.

5 – Houve até tempo para uma battle

Macklemore e Ryan Lewis tiveram um grupo de sete dançarinos constantemente a trocar de indumentárias para acompanhar o concerto, mas o cantor achou que isso não era suficiente e decidiu, ao som de Dance Off, chamar duas voluntárias ao palco para fazerem uma battle entre si. Vinte segundos para cada uma, música nas alturas e toca a dançar. O público agradeceu!

12592516_10150621398039950_5874901886090368631_n

Fotos: Everything is New