A RTP1 vai estrear, até ao verão, três novas séries portuguesas. Dentro, Boys e Miúdo Graúdo são as primeiras apostas para manter a nova linha de produção nacional da estação pública, que começou com Terapia e verá uma nova etapa começar esta terça-feira, com Aqui Tão Longe.

Daniel Deusdado, diretor de programas da RTP1, falou-nos das temáticas das próximas séries. Dentro será um drama ficcional passado numa prisão feminina, Boys verá, em tom cómico, a vida de assessores políticos e do carreirismo neste meio e Miúdo Graúdo será uma série sobre a adolescência, “um pouco mais aberta em termos etários, para lançar no verão“.

Daniel Deusdado no lançamento da séries 'Aqui Tão Longe'

Daniel Deusdado no lançamento da série ‘Aqui Tão Longe’

Diversificar e inovar na maneira de contar histórias

Nuno Artur Silva encara a aposta em séries como “uma aposta a longo prazo“, da qual só será possível fazer um balanço no final dos três anos de mandato desta administração. O objetivo principal passa pela “diversificação dos géneros de ficção, saindo do género dominante e praticamente totalitário neste momento, que é a telenovela“.

O papel da RTP é contribuir para a diversidade dos formatos, dos temas e dos modelos de contar histórias“, defendeu o administrador da estação pública.

Lê também: RTP2 lança nova imagem em abril

A estação pretende “construir aos poucos” esta nova aposta em ficção nacional, explicou Daniel Deusdado. A expectativa é que as novas apostas mantenham algum público do atual horário nobre do canal e que possam trazer também novos telespectadores à estação. Este responsável admite que todas as mudanças “têm um lado de oportunidade e outro lado de risco“, mas que a equipa que lidera estará “focada no lado da oportunidade“.

Virgílio Castelo, responsável pela ficção, confirmou ainda ao Espalha-Factos que durante este ano deverão chegar oito a dez séries ao ecrã do canal estatal, numa lógica de transmissão de uma série por mês.