Nashville

Nashville 4×12: uma boa dose de auto-estima

Com o assunto do casamento já arrumado, Nashville continua com os seus mil e um dramas, mas o episódio desta semana trouxe algo diferente: os protagonistas aprenderam a ter um pouco de amor próprio. O novo episódio, intitulado How Does It Feel To Be Free, estreou no canal ABC no dia 23 de março.

Depois de ter sido rejeitado por Juliette (Hayden Panettiere) numa visita à clínica de reabilitação, Avery (Jonathan Jackson) começa a trabalhar como produtor no novo álbum de Layla (Aubrey Peebles). Claro que a artista tem segundas intenções na manga e o plano parece resultar na perfeição.

Ao desabafar sobre o seu casamento desastroso, Avery é convencido por Layla a por tudo em pratos limpos. Juliette – por detrás das câmaras, claro, pois Hayden ainda não está de volta à série – declara publicamente a oficialização do divórcio. À medida que esta relação parece desmoronar, Avery e Layla parecem estar cada vez mais próximos no estúdio de gravação. Não há palavras para descrever o quão errado isto é.Nashville

Maddie (Lennon Stella) é a primeira a ganhar um pouco de auto-estima. Ajudada pela sua nova companheira artística, Cash (Jessy Schram), a jovem escreve uma música acerca do seu relacionamento com Colt (Keean Johnson) – aparentemente, o casal adolescente perdeu a virgindade e depois Colt ignorou-a por completo. No final da música, Maddie realiza uma chamada telefónica, exigindo respeito por parte do rapaz e tentando salvar o que resta da relação. Finalmente! Já bastava de andar a chorar pelos cantos, querida.

Scarlett (Clare Bowen) vê Erin (Scout Taylor-Compton) – o novo interesse amoroso de Gunnar (Sam Palladio) – aos beijos com outro homem e decide revelar o sucedido. A solução é simples: não se sentindo magoado pelo acontecimento, Gunnar percebe que não nutre sentimentos por Erin. Claro que toda a gente esperava o regresso de Gunnar e Scarlett enquanto casal, mas aparentemente esta última está interessada noutra pessoa. Isto está a tornar-se seriamente cansativo. Toda a gente já percebeu que eles são o casal sensação da série e estão a demorar milénios a retomar a relação.Nashville

Luke (Will Chase) parece já ter resolvido os seus problemas financeiros, mas a situação abalou a sua legião de fãs, diminuindo drasticamente as vendas para a sua digressão. Felizmente, Luke encontra um velho amigo, Riff (Steve Kazee), com o qual atuou durante muito tempo. Riff decide juntar-se à digressão de Luke de modo a salvar a situação, mas traz a sua família toda atrás. Resta saber se isto trará algum problema.

Do outro lado da cidade, uma misteriosa rapariga chamada Vita (Jeananne Goossen) aparece no bar de Deacon (Charles Esten) à procura de trabalho enquanto cantora ou empregada – ou ambas. Ao testemunhar o talento da rapariga, Rayna (Connie Britton) convence-a a ficar, mas a jovem arrepende-se por aparentemente ter um “passado obscuro”.Nashville

Ora, crimes, roubos e afins são coisas que não faltam nesta série, portanto tal passado certamente não será um problema. Deacon aceita a rapariga e esta parece ser bastante trabalhadora. Costuma-se dizer que as aparências iludem: no final do dia, faltam 500 dólares na caixa e a culpada parece ser óbvia.

Agora para a minha parte favorita do episódio: durante uma atuação, Will (Chris Carmack) é atacado por um homofóbico, mas decide não apresentar queixa para não ter de lidar com todas as burocracias aborrecidas. Em vez disso, Will volta ao mesmo bar e decide tocar a mesma canção, à medida que o público aplaude e força o dito homofóbico a abandonar o recinto. Só gostava de também fazer parte deste público para aplaudir de pé!

Todos sabemos que esta temporada de Nashville tem estado num ritmo parado e a falta de Juliette tem sido quase fatal. Ainda assim, nota-se algum esforço por parte dos criadores para manterem algum dinanismo na série e é um fato que as personagens têm tido os pratos cheios ultimamente. Juliette estará de volta a Nashville daqui a duas semanas e certamente podemos esperar que o resto da temporada seja fenomenal.

NOTA: 6/10

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Negócio Fechado Pedro Lima
‘Amar Demais’. TVI já tem substituto para Pedro Lima