Nashville

Nashville 4×11: o (tão aguardado) dia do casamento

Depois de uma pausa demasiado longa – desde 9  de dezembro -, Nashville está de volta com o chamado “casamento do ano”, em que Rayna (Connie Britton) e Deacon (Charles Esten) decidem finalmente dar o nó. O novo episódio, intitulado Forever and For Always, estreou no canal ABC no dia 16 de março.

Claro que, apesar de este ser um dia feliz, nesta série há sempre uma boa dose de drama. Começamos com o jantar de ensaio no café Bluebird, em que Maddie (Lennon Stella) e Daphne (Maisy Stella) decidem cantar para os noivos, mas esta última decide sair de cena, pois as irmãs ultimamente têm tido mini-guerras típicas de adolescentes.

A situação não melhora quando ambas, acompanhadas por Rayna e Deacon, saem do café e são bombardeadas por paparazzis. Deacon, sendo o homem cheio de raiva que já sabemos, decide agredir um deles. Só más notícias até agora: o vídeo da agressão de Deacon torna-se viral no dia seguinte e, aparentemente, os paparazzis conseguem descobrir a localização do casamento.Nashville

Mas não desesperem! Uma publicista consegue, em cima da hora, arranjar um celeiro para que a cerimónia possa seguir em frente num ambiente privado. Mas antes de mais, vamos falar do restantes que não estão envolvidos no casamento.

Avery (Jonathan Jackson) continua perdido de amores por Juliette (Hayden Panettiere) e reconhece que esta tem estado a recuperar rapidamente na reabilitação. Will (Chris Carmack), após perder uma parceria musical, entra em mais uma das suas depressões infantis e decide não ir ao casamento.

Mas as preocupações não se ficam por aqui. Maddie e Daphne agem estranhamente perto de Deacon, achando que este é um homem violento e que o casamento poderá ser perigoso para a sua mãe. Ao saber disto, Deacon, muito ao estilo do drama americano, começa a pensar que não é suficientemente bom para esta família e decide fugir.Nashville

No dia da cerimónia, Gunnar (Sam Palladio) está disposto a mostrar a Scarlett (Clare Bowen) que já não tem sentimentos por ela e tenta juntá-la com todo e qualquer homem presente no casamento. Claro que a situação se torna altamente constrangedora, mas felizmente os dois acabam por dançar juntos na pista de dança, acalmando os nossos corações.

Avery é bombardeado com perguntas acerca de Juliette e decide afogar as mágoas em bebida – uma jogada legítima, mas que, nesta série, está mais do que gasta. Também Layla (Aubrey Peebles) está presente na cerimónia e recebe uma notícia chocante: Colt (Keean Johnson) revela-lhe a verdade acerca do envolvimento de Juliette na morte de Jeff (Oliver Hudson). O rapaz claramente não tem qualquer sentido de oportunidade.

Deacon volta a entrar em cena e Rayna desfila pelo altar à medida que Gunnar e Scarlett cantam um dueto de derreter o coração. As coisas acabam por se resolver: Deacon põe os pratos limpos com Maddie e Daphne, fazendo as pazes com as jovens. Mais tarde, os recém-casados decidem consumar a cerimónia na privacidade do seu quarto, se é que me entendem.Nashville

Por meia dúzia de minutos, Nashville conseguiu finalmente ter alguns momentos de alegria, algo que parecia estar completamente extinto nesta temporada. Mas lá vem Layla estragar tudo: ao falar com o manager da editora acerca do seu novo álbum, a cantora diz que quer Avery como seu produtor, exibindo um olhar e um sorriso maliciosos.

Eu tenho fechado os olhos a um grande problema de Nashville que se tem vindo a notar cada vez mais: não há uma narrativa linear e consistente. As personagens vão tendo dramas atrás de dramas, muitos deles repetitivos, não deixando espaço para momentos de pura alegria como vimos nas primeiras temporadas. Embora este episódio tenha remediado esse fato até certo ponto, continuo a rezar pelo regresso de Juliette para voltarmos a ter uma série agitada e dinâmica.

NOTA: 7/10

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Twitch suspende temporariamente conta de Donald Trump