Certamente já viste os últimos videoclips da artista Sia, onde a jovem bailarina Maddie Ziegler executa umas coreografias de contemporâneo fora do vulgar. Pois bem, os movimentos de Maddie Ziegler, e os seus grandes olhos azuis, não escaparam ao olhar atento de uma marca de roupa e acessórios de dança.

Além da beleza que caracteriza Maddie Ziegler, foi a sua técnica enquanto bailarina que a levou já a integrar vários projetos. Neste vídeo, lançado dia 9 de fevereiro pela marca americana Capezio para a campanha Dance In You, outro dos muitos projetos que integra, técnica e garra não faltam à jovem bailarina.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=xFbMX-1ux5Q]

O início na aula de ballet

Aqui podemos ver Maddie a participar numa aula de ballet. Toda a sua roupa é preta e azul, enquanto as restantes bailarinas vestem os clássicos maillots brancos e collants cor-de-rosa. Começa o aquecimento, depois os exercícios na barra. Todas estão em linha, ao longo da barra, executando o exercício em uníssono, como se de uma aula normal de ballet se tratasse.

A ideia desta campanha de libertação, de Dance In You (dança por/para ti), é imediatamente percetível a partir do momento que Maddie entra na sala. Ela quer destacar-se. A sua atitude mostra isso mesmo. Ali ela parece sentir-se obrigada a repetir vezes e vezes sem conta os mesmos movimentos. Sente-se presa e quer soltar-se. Quer inspirar-nos a quebrar as regras!

É então quando ela interrompe a aula que essa vontade se torna ainda visível. Os seus movimentos um pouco mais soltos, de contemporâneo, deixam as restantes bailarinas em choque. Mas não é para menos. A sua coreografia é realmente de deixar o queixo caído.

Aqui a técnica de Maddie, como já referi, é ponto assente. Há movimentos libertadores, pirouettes e saltos. Tudo é executado na perfeição e sem nunca esquecer a parte interpretativa, que aliás é ponto forte da bailarina pelo que já podemos assistir em outras das suas performances. Para enfatizar estes detalhes e marcar cada posição, a velocidade da imagem foi diminuída.

1455052108-giphy

Dançar é libertador

Maddie continua, no meio da sala, a manifestar a sua vontade de dançar livremente. No entanto, não demora muito até as outras bailarinas seguirem o seu exemplo. De repente, começa uma segunda parte da música, que inclusive se silencia durante segundos, enquanto todas as bailarinas estão agora juntas no meio da sala a abanar os cabelos e a dançar quase como seguindo os passos de Maddie.

Mais pirouettes, jetés, outros saltos, muitas pernas e braços no ar. Mas, no meio de tanta confusão de movimentos, as bailarinas vão-se encontrando em alguns momentos da coreografia e executam alguns movimentos em sintonia. Sintonia essa que não desfigura a ideia de emancipação presente na ideia inicial do vídeo, visto que todos os movimentos continuam a transmitir a ideia de libertação.

No final, voltam à barra e muito apressadas colocam-se de novo em primeira posição, com os braços descontraídos em frente ao corpo. Recarregadas as baterias, estão prontas para recomeçar a aula. Maddie aparece mais uma vez em grande plano, olha para o espetador e sorri com os seus enormes olhos azuis. Missão cumprida, mensagem enviada. E mais uma vez a dança a servir de inspiração para as campanhas das marcas que querem focar este tema. Afinal de contas o movimento é das coisas mais libertadoras a que podemos recorrer.