12422421_769064039894250_2079993750_o

ModaLisboa Kiss: primeiro dia dedicado aos jovens criadores

Em 2016, são 25 anos de muita moda, muitas coleções e criadores, mas sobretudo 25 anos que marcaram a maneira como se vive esta indústria em Portugal. Nesta edição da ModaLisboa, sob o mote Kiss, o primeiro dia fica marcado pelos desfiles de Sangue Novo, Nair Xavier, David Ferreira, Valentim Quaresma e Nuno Gama.

Sangue Novo

Como não podia deixar de ser, a trupe de jovens criadores integra uma vez mais a secção Sangue Novo, composta por Banda, David Catalán, Tânia Nicole, Carolina Machado, Ruben Damásio, Patrick de Pádua, Cristina Real, Inês Duvale e Sara Santos.

Banda

Os sons tropicais começam já tocam no Páteo da Galé e fazem matchy-matchy com a coleção apresentada. Com Brazil Not Revisited, Tiago Loureiro lança à passerelle uma coleção colorida, como o tema pede,  com padrões que divertem e quebram a monotonia das formas.

O azul, o vermelho e o beje são as cores que mais saltam à vista nesta coleção.

David Catalán

Neste desfile, vimos o regresso do estilo baggy e muitas peças oversized.  As manequins femininas usavam saias com botões à frente- um verdadeiro throwback aos anos 70-, e são claras as inspirações na cultura e estilo de vida urbana, com os blusões e as parkas. Propositado ou não, as tonalidades fazem lembrar os quadros de Mondrian: o azul, o branco, o preto, o vermelho e o amarelo.

Tânia Nicole

Ganga, ganga e mais ganga. Melting simula um degradé das várias tonalidades de ganga. Entre baggy jeans com dobras, ganga desfiada e camisolões, num estilo sporty e muito underground.

Carolina Machado

Aa coleção feminina mais wearable que passou hoje pela ModaLisboa pertence a Carolina Machado. Open, de inspiração nos anos 70, traz uma simplicidade incrível e muita fluidez, com grandes decotes em V, calças à boca de sino, culottes e cinturas subidas.  O detalhes de ilhoses embutidos nalgumas das peças combinavam na perfeição com o estilo da coleção. Predominaram tons terracotta, bordeaux e preto.

A jovem designer conseguiu uma coleção de silhuetas simples, minimalistas e, ainda que para alguns se torne aborrecida, funcionou muito bem nesta feminilidade revivalista.

Ruben Damásio

Rumspringa traz à passerelle da ModaLisboa sobriedade e elegância, pelas mãos de Ruben Damásio. Os tons escuros constrastam com o amarelo forte e criam a imagem do jovem moderno e citadino. São os sobretudos e casacos de corte direito, calças vincadas e a simples camisa branca que melhor definem esta coleção ousada, mas ao mesmo tempo bastante discreta.

Patrick de Pádua

Sempre com coleções surpreendentes, Patrick de Pádua não fez por menos em On The Hunt. Homens cobertos com sobretudos compridos, faixas pretas, impermeáveis e pelo. Muito pelo. Envergavam chapéus a la Robin dos Bosques e chifres de veado na mão, prontos para a caça fazendo jus ao nome da coleção.

Os tons rondavam uma paleta militar, com verde seco, beje e preto.

 Cristina Real

Miles abre uma nova porta no universo da jovem designer. Em tons escuros e com breves apontamentos de amarelo, beje e bordeaux, apresenta-se assim uma coleção sem formas definidas, sobreposição de camadas de diferentes tecidos e um estilo difícil de demarcar. Cristina usou e abusou do pelo e do neoprene, que se entrelaçaram com outros materiais mais discretos.

Inês Duvale

Quem comanda aquele halo que chamamos de alma? O que vem depois da vida? Como será o dia de amanhã? Quem habita o céu? Alguém já viu sereias?” são tudo questões que a criadora procura responder. Voodoo é uma coleção cheia de pontos de interrogação, mas com a certeza de que cada uma das peças se diferencia, numa heterogeneidade de estilos.

Homens de saia que contrastam com a masculinidade de um blusão de cabedal. Destacaram-se os grandes sobretudo de pelo, principlamente o que utiliza pelo colorido.

Sara Santos

Também Sara Santos apostou nas gangas para Overlap. É uma coleção marcadamente inspirada por Vhils, com prints nas próprias peças. Camada sobre camada gera-se um jogo de desconstrução e de uma espécie de cronologia cromática.

A parceria entre a ModaLisboa e o FashionClash – festival holandês de moda, de Maastricht –, manteve-se e um dos nomes nacionais do Sangue Novo foi escolhido para apresentar a sua coleção no festival. David Catalán foi o grande vencedor e irá representar Portugal no evento. Patrick de Pádua, antigo vencedor do prémio resultante desta parceria,  é agora convidado a expor a sua coleção na loja ComCor e a ser parte integrante da plataforma LAB.

Nair Xavier 

Untitled 07 de Kendrick Lamar, uma das faixas do álbum lançado na semana passada, ecoa pela sala e os manequins começam a desfilar a mais recente coleção de Nair Xavier. Silhuetas definidas, calças vincadas contrapondo-se ao estilo descontraído das camisas e camisolões, dos casacos bomber e dos sobretudos oversized.

Nair usou uma paleta de cores invernosas com muitos bordeaux, cinzas, castanhos e azuis escuros. Interessante foram também as golas de pêlo que todos os manequins usavam, um detalhe de identidade desta coleção.

Armando Cabral encerra o desfile com uma peça que se destacou: um casaco de lã de ovelha, semelhante a um robe e que quebrou, de certa forma, o ritmo do resto da coleção.

Uma coleção bem conseguida que espelha na perfeição o homem moderno e sofisticado.

David Ferreira

Tal como o de Nair Xavier este desfile ocorreu nas instalações do BPI, e nada fazia prever uma coleção assim. As conjugações de vermelho com rosa sempre muito presentes ao longo de todo o desfile Muitos volumes, sapatos felpudos, saias armadas e de feltro, punhos e golas de pelo, apliques com brilhantes e pérolas. Uma panóplia de tecidos, texturas, cores e formas que resultaram em silhuetas intensas, cheias de pompa e ostentação.

Valentim Quaresma

Como já nos tem habituado, Valentim Quaresma presenteou-nos com Domination, uma coleção muito dark side. O cabelo das manequis o cabelo a lembrar os samurais, o preto a predominar e, claro, a joalharia exuberante. Gargantilhas com cristais, colares gigantes com leões e ombreiras que fazem lembrar ossos. As caveiras estiveram muito presentes neste desfile, ainda que disfarçadas em botões de punho

Uma obscuridade que se tornou numa clara demonstração de genialidade de Valentim Quaresma.

Não estivemos presentes no desfile de Nuno Gama, que se realizou no CCB e cuja entrada era sujeita a convite.

 

Fotografias: Inês da Graça

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Quer o Destino
Audiências. ‘Quer o Destino’ aumenta vantagem sobre ‘Nazaré’