Muita da música nova que se faz nos nossos dias vai beber ao que no passado também foi novo. Quem respira música, por norma, não se fica com o que vai surgindo ao longo da vida, começando a viajar no tempo e a recordar bandas, artistas, géneros e canções que ajudam a explicar como se chegou aqui.

Uma coisa são as rádios que são especializadas em tocar músicas de décadas que não a atual. Outra completamente distinta são programas que contam histórias que dificilmente ouviríamos noutros lados. É aqui que entra o programa Costa a Costa, transmitido semanalmente na Antena 1. Pedro Costa e José Paulo Alcobia são aos autores deste autêntico refúgio para o qual podemos escapar se estivermos numa de ouvir grandes canções de rock, sejam dos anos 60, ou dos anos 90. Aqui, pode-se escutar sonoridades que, como o programa descreve, o tempo não soube apagar.

Para mim, que sempre preferi ensinar os ouvidos pela música e pela palavra que sai da rádio, o Costa a Costa é um programa obrigatório. Aqui, ouvir Led Zeppelin, The Beach Boys ou mesmo George Harrison é o mesmo que conhecer temas que dificilmente se ouvem noutros sítios. Para isto em muito ajuda o facto de muitas das músicas que por aqui passam não serem singles. Não é que não haja espaço também para as músicas de apresentação dos trabalhos, atenção. Mas em Costa a Costa tão depressa se ouve um My Sweet Lord, como também se pode dar de caras com um Pet Sounds (a música).

Mesmo por entre os singles, é possível escutar-se coisas que provavelmente nunca haviam sido escutadas – e isto acontece sobretudo no público mais jovem e com os ouvidos menos treinados –  ou então coisas que se julgavam desaparecidas. Mas a rádio tem destas coisas. Há nomes que não resistem ao passar do tempo e inevitavelmente acabam esquecidos à medida que avançamos na história da música. Costa a Costa é um programa que não se revê nesta aparente inevitabilidade e não esquece o que em tempos foi o que se ouviu. Por isso é dos programas mais interessantes para se fazer uma viagem por sons.

Este programa já foi transmitido em tempos na Antena 3, mas desde meados de 2013 passou para a Antena 1. Dá a entender que a desvalorização deste programa tem sido uma constante, não tanto pela mudança de estação de rádio, mas sim por causa do horário a que vai para o ar. Se na 3 era passado todos os domingos por volta das 11 horas, na Antena 1 só é transmitido a partir da meia noite de sábado para domingo. Felizmente a internet é a melhor amiga de quem quer ouvir músicas que tenham história e que fizeram parte da história da música.

Programa: Costa a Costa;

Autoria: Pedro Costa e José Paulo Alcobia;

Rádio: Antena 1 (Nacional; Online);

Vai para o ar: domingo a partir da meia-noite;

Podcast de escuta: “Costa a Costa de 21 Fev 2016”

Em 5 minutos: Roleta Russa

Perguntas como “qual a música mais rock n’roll do universo” ou “qual a canção ideal para ser ouvida  debaixo de água” não ficam sem resposta nesta rubrica da Radar. Quem as responde? Artistas a solo ou mesmo vocalistas ou guitarristas de grupos que são o prato forte da estação. O nome deste espaço atesta a imprevisibilidade do que se pode ouvir aqui, mas sem nunca envergonhar ninguém!

Rubrica: Roleta Russa

Autoria: Radar

Rádio: Radar (Lisboa 97.8 MHz; online)

Vai para o ar: 2ª a 6ª às 10h45, 18h30 e 22h45