Por estes dias, Veneza é uma das insuperáveis capitais do Carnaval. Milhares de turistas chegam à cidade italiana para presenciar um evento, que apesar de interrupções ao longo da História, se vive há séculos. Este ano Marco Maccapani, ligado ao mundo da moda, ocupa o lugar de Diretor Artístico com o tema Creatum, onde se faz renascer a ideia tradicional do Carnaval veneziano. Mas como é que este evento consegue ser intemporal?

 A tradição ainda é o que era

Os documentos oficiais indicam que o primeiro Carnaval em Veneza data do século XIII, como uma forma de a cidade viver dias de folia antes da Quaresma. Ao longo dos séculos, têm sido muitas as interpretações da diversão na cidade, mas há certas tradições que sobrevivem ao tempo. Uma delas é o Voo do Anjo, que começou com um acrobata turco em meados do século XVI. Ainda é possível ver este voo feito por um jovem desde a torre de São Marcos até à praça com o mesmo nome.

O Voo do Anjo. Foto: Site oficial do Carnaval de Veneza

O Voo do Anjo. Foto: Site oficial do Carnaval de Veneza

Há sempre eventos grátis 

Ir a Veneza nesta altura por esta altura pode ser para todos. Desde os desfiles nos canais da cidade, aos concursos de máscaras, às animações das companhias e ao ambiente carnavalesco, o Carnaval pode ser vivido por qualquer pessoa.

Concurso da máscara mais bela na Praça Ferretto. Foto: Site oficial do Carnaval de Veneza

Concurso da máscara mais bela na Praça Ferretto. Foto: Site oficial do Carnaval de Veneza

Veneza adaptou-se às novas tendências

Estamos em pleno século XXI e Veneza não esquece o tempo que se vive. Para isso são organizados Dj-Sets no Arsenal de Veneza ou instalações de vídeo em Mestre. Assim como os temas, sabias que há um baile de máscaras dedicado às 50 Sombras de Grey?

MBT3287-1100x600

Dj-Set no Arsenale. Foto: Site oficial do Carnaval de Veneza

Depois de muitos séculos, as máscaras sobrevivem

É inabalável, Veneza é sinónimo de máscaras. Estas são diversas e com os mais variados significados e se ninguém se esquece delas ao longo do ano, são muitos as que as colocam no Carnaval. Se há uns séculos eram usadas pela nobreza para se misturar com o povo nestes dias, se chegaram a ser proibidas em algumas atividades pela Igreja, a verdade é que alcançaram aos dias de hoje e com muita força. Além de todo o ambiente que se vive nas ruas, há concursos e bailes dedicados às máscaras.

Maschera-più-a-tema

Concurso de máscaras. Foto: Site oficial do Carnaval de Veneza

Toda a cidade vive o Carnaval

Desde Mestre, nos arredores, à central Praça de São Marcos, nenhum recanto de Veneza é esquecido. Durante duas semanas, neste ano de 23 de janeiro a 9 de fevereiro, Veneza mascara-se de folia para oferecer a todos aquilo que procuram.

Projeção de vídeo em Mestre. Foto: Site oficial do Carnaval de Veneza

Projeção de vídeo em Mestre. Foto: Site oficial do Carnaval de Veneza