GUIdance 2016_1
Foto: Divulgação

GUIdance 2016: 4 espetáculos que não podes mesmo perder

Desde 2012, ano em que o berço da nação foi a Capital Europeia da Cultura, que Guimarães é também o lugar da dança. Apesar do panorama nacional, o Festival Internacional de Dança Contemporânea resistiu e este ano apresenta-se forte e irresistível.

O festival tem inicio já no próximo dia 4 de fevereiro e apresentamos-te os quatro espetáculos que não podes perder de maneira nenhuma.

Kaash, de Akram Khan

O primeiro e grande destaque é para Kaash de Akram Khan na quinta-feira dia 11 de fevereiro no Centro Cultural Vila Flor (CCVF). Esta é a primeira obra do grupo de Khan onde dança contemporânea e dança tradicional hindu se unem numa harmonia arrebatadora.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=YAytiW7O_tM&w=560&h=315]

Golden Hours (As you like it), de Anne Teresa Keersmaeker

O festival fecha no dia 13 com a companhia Rosas de Anne Teresa Keersmaeker com Golden Hours (As you like it), uma peça que une o universo shakespeariano à dança.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=0PzeTmiYylA&w=560&h=315]

 Hyperfruit, de Ludvig Daae e Joanna Nordahl

Em estreia nacional, sábado dia 6 de Fevereiro às 19h a Plataforma das Artes e da Criatividade recebe Hyperfruit, de Ludvig Daae e Joanna Nordahl, uma peça sobre as diferenças entre a comunicação física e a comunicação digital, a internet e a realidade, o deturpado e o verdadeiro.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=2tfbqdY0NWs&w=560&h=315]

Je danse parce que je me méfie des mots, de Kaori Ito

Kaori Ito volta ao festival com um espetáculo que não foge às suas temáticas familiares. Em Je danse parce que je me méfie des mots a coreógrafa japonesa apresenta uma relação entre pai e filha no palco do CCVF no dia 12.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=hGcq1lF39bY&w=560&h=315]

Podes adquirir os bilhetes, aqui.

 

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Barack Obama e Bruce Springsteen
Barack Obama e Springsteen juntos em podcast do Spotify