Regressamos à rubrica 5/10 para não deixarmos a nostalgia cair por terra. Aqui ficam 5 discos lançados em janeiro de 2006 que te farão exclamar: “O quê?! Já faz 10 anos?!”

The Strokes – First Impressions of Earth (RCA Records)

Não sendo o melhor disco dos rapazes, o terceiro disco da banda de Nova Iorque prima pela tentativa de inovação num período conturbado da história da banda depois do sucesso e do espanto dos dois primeiros avassaladores discos. Ainda assim, o ritmo avassalador e um par de bons singles fizeram deste um dos memoráveis discos de 2006.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=GoltwBHXCx8]

Para ouvir também: You Only Live Once, Razorblade, Red Light

 Cat Power – The Greatest (Matador Records)

O álbum mais intenso, confessional e dorido de Cat Power é aquele que marca também uma viragem na história pessoal de Chan Marshall que terá a partir daí entrado “nos eixos”. O lado mais decadente da cantora e compositora é aqui exposto em canções ao piano arrepiantes, usadas em cinema, por serem efetivamente retratos fiéis de sentimentos humanos dolorosos.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=7X8eIRv3uew]

Para ouvir também: Lived in Bars, Where Is My Love, Hate

Arctic Monkeys – Whatever People Say I Am, That’s What I’m Not (Domino Records)

Sim, é verdade. 10 anos passaram desde que os borbulhosos rapazes de Sheffield estoiraram com um disco onde a cartilha do rock n’roll se revelou mais do que bem apreendida. Com temas gingões e refrões orelhudos, o disco atingiu o nº 1 do top de vendas no Reino Unido na primeira semana e veio a receber o Mercury Prize. Desde então tem sido um gosto ver o amadurecimento dos Arctic Monkeys mas é sempre bom voltar a Whatever People Say I Am, That’s What I’m Not.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=EqkBRVukQmE]

Para ouvir também: I Bet You Look Good On The Dancefloor, Fake Tales of San Francisco, Dancing Shoes

Gossip – Standing in the Way of Control (Back Yard Recordings)

Quem não continua a tentar imitar o vozeirão de Beth Ditto e saltita descontroladamente com o single do segundo disco de Gossip? É um malhão e um discão que a banda americana meteu diretamente no nº 1 do top britânico e isso é obra.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=yn043ArR98M]

Para ouvir também: Listen Up, Heavy Cross, Love Long Distance

She Wants Revenge – She Wants Revenge (Perfect Kiss)

Apelidados como os sucessores de uns Interpol (com claras influências de Joy Division) os She Wants Revenge viram o seu disco ser premiado entre os amigos como o da melhor capa do ano. Se a música não acompanha tal predicado, a verdade é que também não fez mal a ninguém. Com passagens pelo nosso país reuniram uma boa falange de fãs e, repetimos, esta capa ninguém esquece.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=ixw_bLVUL34]

Para ouvir também: These Things, Out of Control, She Loves Me, She Loves Me Not