Alla Prima vai estrear em Lisboa e no Porto pelo engenho de Tiago Cadete, criador e performer. O espetáculo aborda a multiculturalidade no Brasil e terá a primeira estreia na Galeria Zé dos Bois (ZDB), em Lisboa, já amanhã.

De acordo com a organização, o espetáculo estará em Lisboa até 30 de janeiro e depois parte para o Porto, no espaço Mala Voadora, de 5 a 6 de março. A peça surge de uma coprodução no âmbito do Festival Temps d’Images e é uma criação do próprio bailarino, Tiago Cadete.

A obra irá abordar a construção do Brasil desde a chegada dos portugueses ao território e as imagens que foram criadas ao longo de cinco séculos do que seriam os brasileiros e a respetiva cultura.

Fazendo uso do seu próprio corpo, Tiago Cadete apresenta um olhar sobre estes temas que vem questionar a alegria e vivacidade tipicamente atribuída à cultura brasileira.

O nome do espetáculo, Alla Prima, surge inspirado numa técnica de pintura que dá pelo mesmo nome e em que o artista enfrenta a tela diretamente à medida que aplica camadas de tinta sem esperar pelo tempo de secagem, provocando uma sobreposição de cores e de imagens.

Tiago Cadete faz com que esta reencenação história se distancie do samba e da alegria conotada ao mesmo, acabando por desenhar uma coreografia distinta ao estilo daquilo que poderia ser a cultura brasileira.