10-lachieuse

Shameless 6×03: a arte de corrigir erros do passado

A nova temporada de Shameless tem levado a família Gallagher numa montanha-russa de emoções – sobretudo os elementos femininos – e o episódio desta semana levou os irmãos a corrigir os erros do seu passado para que possam enfrentar o futuro com novos olhos. The F Word estreou no dia 24 de janeiro no canal Showtime. A série No Limite, em Portugal, é exibida na FOX.

Enquanto Fiona (Emmy Rossum) começa a lidar com as hormonas da gravidez, Kevin (Steve Howey) e Veronica (Shanola Hampton) visitam Yanis (Will Sasso) no hospital, onde descobrem que este ficou paralisado da cintura para baixo após o acidente de mota. Quem semeia ventos, colhe tempestades – Yanis teve exatamente o que merecia.

5-lachieuse

Fiona confessa à família que também está grávida e Debbie (Emma Kenney) fica altamente entusiasmada, acreditando que ambas podem criar os respetivos bebés juntas. No entanto, a irmã mais velha continua a apoiar a ideia do aborto e Debbie diz-lhe que ela abandonará o seu bebé da mesma forma que abandonou Gus (Steve Kazee), o músico do qual ela ainda é esposa.

Enquanto isso, Ian (Cameron Monaghan) começa a trabalhar como empregado de limpeza na faculdade que Lip (Jeremy Allen White) frequenta. Em conversa com um professor, Ian confessa ter abandonado o ensino secundário e considera Lip o génio da família, nomeadamente quando este começa a discutir física quântica. Não te preocupes, Ian, eu também não percebi nada.

Frank (William H. Macy), como o pai desnaturado que é, decide apoiar a gravidez de Debbie e começa a ensinar-lhe “a arte Gallagher de viver às custas do governo americano”, ao mesmo tempo que ambos combinam uma intervenção familiar sobre Fiona, de modo a convencê-la a manter o bebé. Finalmente vemos Frank a interagir com os membros da família e não podia ter sido melhor!

7-lachieuse

Quando Fiona não tem a certeza se o pai do bebé é Sean (Dermot Mulroney), Jimmy (Justin Chatwin) ou Gus, decide ir, na companhia de Veronica, a um concerto deste último, de modo a pedir desculpas. O música responde-lhe com uma música provocadora, cuja letra diz a verdade que já todos sabemos: Fiona é uma vadia e já está na altura de remendar a destruição que criou. Podes ouvir a música completa aqui.

Enquanto isso, Ian e Lip embebedam-se numa festa da faculdade e o primeiro pede ao irmão para ficar no quarto dele durante uns tempos. Lip diz que mereceu o espaço de ganhou, aceitando que Ian fique lá apenas durante aquela noite. No dia seguinte, os irmãos entram em guerra e Ian sai de cena com os lábios ensanguentados, despedindo-se do emprego que não durou nem um dia. Apesar disso, confesso que já tinha saudades de ver Lip e Ian juntos durante quase um episódio inteiro.

A intervenção a Fiona toma lugar, com a presença de quase todo o elenco, mas esta mostra-se firme e avança com a ideia do aborto. Mais tarde, a sós, Debbie pede que a irmã a apoie na sua decisão de ser mãe, numa conversa lavada em lágrimas. Devo dizer que a interpretação de Emma Kenney enquanto atriz tem evoluído consideravelmente.

4-lachieuse

Fiona recusa a proposta e diz que, se Debbie decidir avançar com a gravidez, terá de sair de casa e criar o bebé sozinha. Pode ter sido um bocado bruta mas, no fundo, concordo com Fiona. A irmã mais nova está a ser altamente irracional e Fiona já tem demasiado drama nas suas mãos – não precisa de mais um boca para alimentar lá em casa. Primeiro Ian e Lip, agora Fiona e Debbie. Este foi o episódio em que os relacionamentos entre irmãos foram por água abaixo.

Nos últimos minutos do episódio, Ian testemunha um acidente de carro e decide salvar uma das vítimas, mas acaba por inalar uma grande quantidade de fumo, ficando inconsciente. O jovem acorda quando um bombeiro – muito giro, diga-se de passagem – o salva. Ou eu muito me engano ou este será o início de um novo rumo pessoal e profissional para Ian: nova carreira e novo namorado! Tudo isto enquanto Fiona chega a casa e descobre uma nota de despejo na porta.

2-lachieuse

À semelhança de episódios passados, Kevin e Veronica continuam a lidar com os dramas da vizinhança, enquanto Carl (Ethan Cutkosky) continua a sua reputação de rapaz rebelde, vendendo armas na escola e tentando conquistar uma rapariga, com o objetivo de assumir como parte da comunidade negra. Esta faceta de Carl está a tornar-se cansativa demasiado rápido.

Esta temporada parece estar decidida a desfazer a família Gallagher, colocando-os cada um para seu lado. A disputa entre Fiona e Debbie tem dado origem a uns dos momentos mais interessantes até agora, embora já se esteja a tornar repetitiva. Os últimos minutos de Ian deixaram certamente uma promessa interessante no ar e espero que tal seja explorada o mais depressa possível. Já que o episódio adotou o lema de “corrigir o passado para mudar o futuro”, acho que o mesmo se deveria aplicar a Carl, Lip e Kevin: não ganham nada em ser exatamente a mesma pessoa, semana após semana.

NOTA: 7/10

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Sky Rojo Netflix
‘Sky Rojo’: Netflix lança trailer da nova série dos criadores de Casa de Papel