140004_0514_FULL

Pretty Little Liars 6×12: as suspeitas começam a vir ao de cima

As mais belas mentirosas do canal Freeform – antigo ABC Family – voltaram no dia 19 de janeiro, com o episódio Charlotte’s Web. Após a morte de Charlotte (Vanessa Ray), conhecida como o grande antagonista A, as protagonistas de Pretty Little Liars começam agora a formular suspeitas e a desconfiar umas das outras. Relembro que em Portugal a série é exibida no AXN White.

O episódio começa com as quatro raparigas juntas. Hanna (Ashley Benson) a falar sobre o seu noivado com Jordan (David Coussins) e Aria (Lucy Hale) sobre o seu relacionamento mais discreto com Liam (Roberto Aguire). A primeira confessa à segunda que sabe que ela saiu do hotel na noite anterior, nomeadamente na hora em que Charlotte morreu. Aria recusa-se a falar e diz que não há nada para contar.

Pretty Little Liars

Alison (Sasha Pieterse) recebe informações de Lorenzo (Travis Winfrey) acerca da morte da sua irmã: ocorreu por volta das quatro da manhã, o seu pescoço fora partido e as suas mãos foram limpas para remover qualquer espécie de identificação. O cenário não é nada bonito. Enquanto isso, Jordan chega a Rosewood para fazer uma surpresa a Hanna. Não só ele tem um sotaque estranho – uma mistura de britânico com australiano – como parece ter pelo menos mais dez anos que o resto do elenco.

O resto das raparigas continuam com drama caseiros. Emily (Shay Mitchell) está a receber tratamentos no Centro Médico Hollis (não sabemos porquê) e, por alguma razão, a sua conta bancária está a zeros. Spencer (Troian Bellisario) apercebe-se de que inúmeros bloggers começam a relacionar o seu nome com a morte de Charlotte e ela receia que isso seja prejudicial para a campanha da sua mãe.

Alison decide dar um jantar em sua casa por se sentir sozinha – onde estão o pai e o irmão? – e toda a gente decide comparecer, exceto Aria, que já regressou a Boston para retomar o seu trabalho. Lá, conhecemos Liam, cuja aparição não foi suficiente para nos dar deixar formular qualquer opinião.

Ezra (Ian Harding) está afiliado à editora onde o jovem casal trabalha e a patroa decide tirar a responsabilidade de Aria e dá-la a Liam, mas a rapariga diz que voltará a Rosewood e falará novamente com Ezra sobre o livro que ele insiste em não acabar de escrever.

Pretty Little Liars

Sabrina (Lulu Brud), a rapariga que costumava orientar erva para Spencer, está agora encarregue do café The Brew e aceita emprestar algum dinheiro a Emily. Sabrina confessa que tivera cancro no passado, dizendo a Emily que, qualquer que seja a doença que ela tenha, a decisão certa a tomar é procurar apoio da família e dos amigos. Espero que a aparição de Sabrina seja apenas para ajudar Emily na sua recuperação e que ela não entre na lista das mil e uma namoradas que a protagonista já teve.

O jantar em casa dos DiLaurentis parece estar a correr bem. Jordan e Caleb conhecem-se e a tensão parece ser pouca. Caleb e Hanna enterram o passado de uma vez por todas, ao mesmo tempo que procuram copos de vinho – para relembrar que já são crescidos e já podem beber álcool.

Spencer fala do ano em que estudou em Madrid, onde encontrou Caleb, que por seu turno estava a viajar pela Europa. Os dois relembram as suas aventuras a assistir touradas, beber sangria e ver o sol a nascer. Acho que, neste ponto, já é mais do que certo que Spencer e Caleb têm – ou pelo menos já tiveram – algum envolvimento. Para ser sincero, eu devo ser dos poucos que não se importam com isso. Ambos são uns génios e mostram claramente uma química interessante.

Pretty Little Liars

Alison decide dar graças antes do jantar e, lá pelo meio, diz que deseja que o assassino de Charlotte seja rapidamente capturado, seja um ele ou uma ela. As raparigas apercebem-se da indireta e Hanna decide aceder às câmaras de segurança do hotel, de modo a provar a inocência de Aria, mas rapidamente descobrem que ela, de facto, esteve ausente desde as três até às quatro e meia da manhã, na companhia de Ezra.

Aria visita Ezra e o seu apartamento está em caos, mostrando novamente que o protagonista não está nos seus melhores dias. Na dita noite, Aria voltou ao hotel de táxi e Ezra mente descaradamente, dizendo que também voltou a casa, não sem antes terem visto Charlotte a entrar na igreja. As raparigas decidem confrontar Aria e esta conta a verdade: esteve ausente na companhia de Ezra mas acredita que este lhe mentiu ao ter dito que voltara para casa.

Mas as novidades não se ficam por aqui. Ao longo da sua licenciatura, na cadeira de criminologia, Spencer escreveu um relatório acerca de um homicídio, cuja vítima tivera o pescoço partido e as mãos limpas. Parece familiar? Pois, foi assim que Charlotte morreu. Para além disso, Spencer mostrou o relatório a Ezra como forma de inspiração literária. A situação não está bonita. Ezra parece ter então os meios e a oportunidade para cometer o homicídio.

Pretty Little Liars

Os últimos minutos do episódio dão-nos muita informação de uma vez só. Hanna decide apagar os vídeos da câmara de segurança de modo a proteger Aria. Emily visita a campa do seu pai e confessa que chumbou a cadeiras na faculdade, perdeu a bolsa e desistiu de uma vez por todas. O cemitério é também visitado por mais uma pessoa: Sara Harvey (Dre Davis), que mais uma vez andou a passear de um lado para o outro durante todo o episódio, não fazendo nada além de nos irritar.

Alison confessa a Lorenzo que desconfia das suas amigas e que acha que elas estão envolvidas no homicídio de Charlotte. Agora que eu estava a começar a gostar da Alison, lá vai ela apunhalar as amigas pelas costas. O novo inimigo (cuja entidade ainda desconhecemos) coloca flores na campa de Charlotte e o seu motorista diz: “Lamento a sua perda, senhor“. Aparentemente o novo vilão está relacionado com a antiga vilã, mas tendo em conta toda a história controversa de Charlotte, acho que já nem a palavra “senhor” pode ser considerado uma pista.

Depois de um começo tremido, este episódio conseguiu elevar um pouco as expectativas. Como a narrativa se concentra cinco anos mais tarde, muitas vezes somos bombardeados com uma grande carga de informação nova, mas isso é bom para dar à série um dinamismo que ela há muito perdera.

Acho que eu, como toda a gente, quero ver finalmente Alison reunida com as amigas e olhar para elas enquanto quinteto, mas a protagonista está a tornar a minha tarefa difícil. Não estou (de longe) tão ansioso para descobrir a identidade do novo vilão como estava para A, mas há histórias que mostram grande potencial, como os segredos de Emily, o regresso de Sara Harvey, a perturbação de Ezra e a nova dinâmica entre Spencer e Caleb.

NOTA: 7/10

Mais Artigos
As novas séries do Disney+ Star.
Disney+. Estas são as séries da Star que não podes perder