A recém-galardoada Melhor Série Dramática na 73.ª Gala dos Globos de Ouro ainda não tem data marcada para regressar aos ecrãs, sabendo-se apenas que será em julho. No entanto, nos últimos dias o criador de Mr. Robot, Sam Esmail, tem deixado cair o véu sobre o que aí vem.

Durante a press tour da Television Critics Association, o autor disse que na segunda temporada o passado de Elliot (Rami Malek) será mais explorado, à medida que este se reconcilia com o facto de o que pensava ser real ser apenas produto da sua imaginação.

Já sobre o futuro das restantes personagens, Esmail admite que Whiterose (BD Wong), depois da cena final do último episódio da primeira temporada (onde este aparece a conversar com o CEO da E Corp), voltará a aparecer, ainda que não de forma central, uma vez que considera um desperdício não a colocar. “Nada é colocado arbitrariamente na série”, afirma.

Darlene (Carly Caikin), que soubemos ser irmã de Elliot, vai ter um desenvolvimento particular nesta segunda temporada, uma vez que Esmail diz que existe uma razão para que esta não estivesse presente na sequência de Times Square. Como em Mr. Robot nada é o que parece, as dúvidas sobre esta personagem começam a surgir, até porque Esmail já afirmou também que certas coisas que foram dadas como certas na primeira temporada revelar-se-ão mentira.

mr. robot

Mr. Robot foi premiada com o Globo de Ouro para melhor série dramática

Na segunda temporada da aclamada série, a personagem Angela (Portia Doubleday) vai sofrer um desenvolvimento no que diz respeito ao seu envolvimento ou não com a maquiavélica E Corp. Quanto à sua relação com o protagonista, fica tudo em aberto.

Apesar de agora sabermos (quer dizer, será que sabemos?) que Mr. Robot (Christian Slater) não é real, este continuará a marcar presença na série. Já sobre o futuro da personagem de Martin Wallstrom, Tyrell Wellick, Esmail recusou-se a comentar.

Em entrevista à Esquire, Sam Esmail adiantou que esta nova temporada será muito mais inquietante e que abordará temas mais pesados. “Se quisermos manter-nos fieis a como deixámos Elliot no final da primeira temporada, temos que ver que não está num sítio alegre e solarengo. Agora que sabemos dos seus problemas mentais, o Elliot tem que se debruçar sobre estes”, responde sobre a possibilidade de Mr. Robot se tornar mais dark.

Até julho os fãs têm ainda muito que esperar, até porque a segunda temporada só vai começar a ser gravada em março.