Frequência Modulada

Frequência Modulada #4: Relatos R.U.C.

Os relatos de futebol estão ultrapassados? Há quem diga que sim. Quantos de nós não ouviram já histórias dos nossos pais ou dos nossos avós a contarem que quando a televisão era um luxo só para alguns, ouvir um jogo do Benfica, do Sporting ou do Porto na rádio era inevitável?

Mas não acho que o relato seja coisa do tempo dos afonsinhos. Quantos de nós não ouvimos já o clube do nosso coração no meio do trânsito infernal ou então, se quisermos ser lordes, ver o jogo na televisão com o som de fundo da rádio? Pois é, talvez não estejamos perante uma crise no jogo narrado sem imagem.

Claro que a arte de fazer um relato não ficou parada no tempo. As rádios académicas, por exemplo, são um diamante em bruto onde se pode ouvir a irreverência e a jovialidade características destes meios. Aqui, não é preciso ser-se politicamente correto porque a rádio universitária é para experimentar, para fazer o que dificilmente se poderá fazer em estações comerciais.

Os relatos da Rádio Universidade de Coimbra (R.U.C.) é talvez o caso mais interessante de se perceber que há vida para além dos relatos de futebol típicos das grandes rádios. Só quem experimenta ouvir um jogo da Académica nesta rádio é que percebe o que move um grupo de indivíduos a torcer por um clube – o da sua academia – tanto ou mais do que o próprio clube do seu coração.

Seja a jogar em casa ou noutro estádio, “o relato mais brioso do éter radiofónico” acompanha a equipa de Coimbra

Nos Relatos R.U.C., o que interessa é a Briosa, só a Briosa e nada mais do que a Briosa. Considera-te avisado: aqui não há imparcialidade ou coisa que o valha. Para quem narra estes jogos, a equipa da universidade ganhava sempre, com ou sem mérito. Não é que as equipas adversárias pouco interessem aqui. Interessam. Mas não na proporção 50/50 que à partida se encontra nas outras rádios. O que interessa aqui é defender patrioticamente a formação académica, isto com muito humor, tiradas dos comentadores merecedoras de medalha, o mítico minuto 69, e um ambiente de amizade e boa energia que contagia quem ouve deste lado.

Choca ouvir um relato assim? Só para os mais desatentos que não notem que estão a ouvir a R.U.C. É fácil notarmos que não estamos perante uma cobertura como na TSF ou na Antena 1. E ainda bem. Para se ouvir um relato que agrade a ambos os lados há oferta. Para se ouvir a Académica há a RUC.

Programa: Relatos R.U.C.

Autoria: Elísio Sousa, Hugo Monteiro, Pedro Ferreira

Rádio: Rádio Universidade de Coimbra (107.9 MHz; online)

Vai para o ar: sempre que a Associação Académica de Coimbra joga.

Em 5 minutos

Quando uma música é boa, consegue a proeza de ganhar versões de artistas diferentes à medida que o tempo passa. Certamente já te aconteceu ouvir um tema e não te passar pela cabeça que é uma versão de uma canção mais antiga. A Nostalgia Renovável faz uma viagem pelas várias reinterpretações de uma mesma música, contando histórias por detrás das mesmas. Vale a pena a escuta.

Rubrica: Nostalgia Renovável

Autoria: Orlando Azevedo

Rádio: Nostalgia (Lisboa 90.4 MHz; online)

Vai para o ar: 2ª a 6ª às 8h25, 14h15 e 18h25.

 

E, já agora, esta identidade gráfica não teria sido possível sem a ajuda do pessoal da Covil. Kudos para eles.

Mais Artigos
Pedro Pinto e Cristina Ferreira
Cristina Ferreira reage à saída de Pedro Pinto