6175154545_79fc17d7e8_b

O que precisas de saber sobre livros em 2016

Estamos prestes a despedir-nos de 2015 e, por isso mesmo, começamos já a preparar o melhor que 2016 nos irá trazer no que toca à leitura. O Espalha-Factos reuniu alguns dos principais livros que vão ser publicados, definiu autores que prometem dar que falar no novo ano e determinou os eventos literários que não podes perder. 

Livros que vão ser publicados

As Horas Invisíveis, de David Mitchell

3

Este thriller empolgante de David Mitchell, aclamado autor de Atlas das Nuvens, acompanha a vida atribulada de Holly numa série de eventos que se cruzam por vezes de maneira indizível, colocando-a no centro de uma intriga perigosa que se passa nas margens do mundo e da realidade. Dos Alpes suíços da Idade Média ao interior australiano do século XIX, culminando num futuro próximo distópico. Esta obra é um romance caleidoscópico que nos oferece uma alegoria do nosso tempo.

Disponível a partir de 6 de janeiro de 2016.

O Espião Inglês, de Daniel Silva

1507-1

Esta obra conta a história de uma mulher, um ícone da família real britânica, amada tanto pela sua beleza como pela sua atividade humanitária, sendo detestada pelo ex-marido e pela rainha de Inglaterra, a sua ex-sogra. Quando uma bomba rebenta a bordo do iate onde passa férias, os serviços de inteligência britânicos recorrem a um estrangeiro, o lendário espião e assassino profissional Gabriel Allon, para descobrir o autor do atentado. A partir daqui, a história transforma-se num complexo misterioso e desejoso de descobrir a cada página.

Disponível a partir de 29 de fevereiro.

Um Encontro Muito Ousado, de Emma Wildes

emma

Lorde Joshua Dane é um homem com um passado perverso. Um romance com a mulher errada conduziu-o a um duelo escandaloso, marcou-o como um idiota e levou-o a abandonar Inglaterra. Um Encontro Muito Ousado conta o momento em que a guerra acaba, e quando Joshua regressa, tendo a desaprovação implacável da sociedade.

Disponível a partir de 6 de janeiro de 2016.

Violetas no Coração, de Ângelo Tavares

violetas-no-coração

Este romance ensina-nos a descobrir a magia no nosso dia-a-dia, mesmo quando tudo parece correr mal. A história passa-se em torno de Katie, que tinha tudo o que sempre desejou. Mas quando Jack, o marido, a abandona sem um motivo aparente. Ela tem de regressar a casa dos pais em Dingles, uma pequena localidade irlandesa à beira-mar, e começar a sua vida de novo, desta vez sozinha.

Disponível a partir de janeiro de 2016.

Autores que prometem

António Tavares

antonio-tavares-770x433
Foto: Divulgação

Nascido em Angola, o escritor de 55 anos venceu o Prémio Leya 2015. O júri decidiu distinguir, por unanimidade, o romance inédito O Coro dos Defuntos. A obra foi escrita em dois meses e a história passa-se numa aldeia beirã, entre 1968 e o 25 de abril de 1974. “Não há propriamente um protagonista, daí chamar-se coro”, explicou António Tavares ao Observador.

Formou-se em Direito pela Universidade de Coimbra. É professor do ensino secundário, atividade que suspendeu para exercer o cargo de vice-presidente da Câmara Municipal da Figueira da Foz. Foi jornalista, fundador e diretor do jornal regional A Linha do Oeste. Fundou e coordenou a revista Litorais.

Rui Nunes

898431
Foto: Divulgação

Este autor venceu o prémio de Melhor Livro de Ficção Narrativa, atribuído pela Sociedade Portuguesa de Autores, com a obra Nocturno Europeu. Esta obra conta a viagem por uma terra que se reaprende continuamente a excluir, que não tem a coragem da diferença, mas a cobardia da indiferença. Nocturno Europeu é um livro de uma escuridão irradiante.

Nasceu em 1947, em Lisboa, e começou a publicar em 1968, e já conta com mais de vinte títulos editados. A sua última obra premiada pode ser a última, uma vez que os seus olhos veem cada vez menos e a literatura já não o move, por isso, há que aproveitar a complexidade das suas palavras, e aprender uma nova forma de leitura.

Mia Couto

mia1
Foto: Divulgação

Este escritor moçambicano tem dado que falar. A sua mais recente obra, Mulheres de Cinza, foi colocada no mercado em outubro e, desde então, tem estado no top dos livros mais vendidos em Portugal. Este é o primeiro livro de uma trilogia dedicada aos últimos dias do Estado de Gaza, em Moçambique, dirigido por um africano conhecido por Gungunhana.

Nascido em 1955, no seio de uma família de emigrantes portugueses, tem publicado obras que têm alcançado grande sucesso entre o público. Foi galardoado com o Prémio Camões em 2013 e, pelo o que vemos, promete dar que falar em 2016.

Marlon James

marlon-james
Foto: Divulgação

O escritor jamaicano arrecadou este ano o Prémio Man Booker, com o romance A Brief History of Seven Killings. Nunca um autor de nacionalidade jamaicana tinha vencido o prestigiado prémio literário.

A história inspira-se no atentado contra Bob Marley e nas lutas contra os traficantes de droga jamaicanos. As quase 700 páginas não são meigas na linguagem, nem nas descrições de violência. Pelas palavras do próprio autor, este é “um romance negro que deixa para trás o mundo do crime e nos conduz a uma história muito mais recente”.

Eventos a não perder

Ler no Chiado

nmnv
Foto: Divulgação

 Este evento é promovido pela Bertrand, e já conta com várias edições. No próximo dia 7 de janeiro, o Chiado vai poder presenciar o primeiro Ler de 2016 e, neste dia, irão ser discutidas listas dos melhores livros do ano, dos livros que mexeram com o público e dos que nem chegaram a mexer.

A editora Ana Maria Pereirinha, juntamente com a escritora Djaimilia Pereira de Almeida e com o crítico literário Hugo Pinto Santos irão fazer parte de uma discussão que tem tudo para ser interessante.

Harry Potter and the Cursed Child

unnamed
Foto: Divulgação

Embora esta seja uma daquelas peças que todos nós gostássemos de assistir, só será possível àqueles que estiverem por Londres no verão de 2016. Esta será uma peça oficial, ou seja, é da autoria de J.K. Rowling, que vai colaborar com o escritor Jack Thorne e com o encenador John Tiffany.

J.K. Rowling explicou, através do seu Twitter que a peça vai contar “uma parte desconhecida da história de Harry“. E não, não será desta vez que o público irá saber pormenores sobre o que aconteceu com os pais de Harry Potter antes de serem mortos pelo Lorde Voldemort.

Semana da Leitura 2016

Na 10.ª edição da Semana da Leitura, convidam-se as escolas a celebrar a leitura, o prazer de ler e a criarem momentos de reflexão em torno de questões atuais e determinantes, como a globalização e a complexidade de um mundo heterogéneo, desenvolvendo elos de leitura.

Este evento irá decorrer entre 14 e 18 de março de 2016 e é um enorme contributo para estimular o gosto pela leitura junto das crianças e dos jovens que frequentam as nossas escolas, marcando, simultaneamente, a sua presença junto da população em geral.

Parque temático Harry Potter

jgjg
Foto: Divulgação

O The Wizard World of Harry Potter do Universal Studios Orlando é um sucesso tal que, finalmente, se expandiu para o Universal Studios Hollywood. A expansão temática será inaugurada a 7 de abril de 2016.

O parque incluirá lojas existentes nos filmes, como os restaurantes Três Vassouras e Cabeça de Javali e, claro, a loja de varinhas Olivaras. Este novo parque terá ainda a primeira montanha-russa ao ar livre do Universal Studios Hollywood.

Mais Artigos
Charles Sykes / Invision / AP
Adam Samberg revolta-se com membros da Academia que estão contra regras de inclusão