Moda, jogos, desporto, séries ou filmes. As opções de apps para enriquecerem o nosso smartphone multiplicam-se diariamente e difícil é escolher quais são as imprescindíveis. Seja por terem sido lançamentos inovadores ou por terem sofrido atualizações brilhantes, a equipa de TV&Media do Espalha-Factos escolheu cinco apps de 2015 sem as quais já não sabe viver.

eQubes

eQubes

Um jogo de raciocínio que é, sem dúvida, viciante. Baseado em operações matemáticas que têm de ser resolvidas num curto espaço de tempo, ajuda a desenvolver o cérebro ao mesmo tempo que mostra que até quem não é supostamente fã de números, consegue passar horas agarrado à app.

Criada pelo português João Lima, a prova do sucesso é ter conquistado o primeiro lugar na App Store para iPad. Até ao momento está disponível apenas para iOS.

HBO NOW

Hbo now

HBO NOW é a nova aplicação criada pelo canal de cabo americano HBO, que permite aos utilizadores assistir aos episódios das muitas séries de sucesso do canal, incluindo Game of Thrones, True Detective, Veep, Girls, The Sopranos e The Wire.

Para além disso, esta app garante ainda acesso a vários filmes, tais como Dawn of the Planet of the Apes, Gone Girl and The Maze Runner.

Lançada em abril deste ano, a aplicação está disponível para download em dispositivos Android e em todos os membros da família Apple, e é grátis durante um primeiro mês.

IF

IF

Esta aplicação pode muito bem ser o canivete suíço da automação de ações online. Perceber o funcionamento da IF é muito simples: imagina tirares uma fotografia com o teu smartphone e ela aparecer automaticamente no facebook e no anexo de um email pronto a ser enviado, sem precisares de fazer mais nada. Este é apenas uma entre várias centenas de possibilidades que esta aplicação permite.

Embora já exista há algum tempo, foi relançada este ano com um novo nome e com mais opções de funcionamento, tantas quanto o número de redes sociais e serviços de cloud existentes.

O funcionamento da IF vem revolucionar a forma como a produtividade pode aumentar e é uma janela para o futuro ao nível da interação entre as pessoas e a web. Está disponível para Android e iOS e é totalmente gratuita.

Nike + Training Club

Nike + training club

Para os que trocam facilmente o sofá por umas horas de treino, para os que acreditam que ver televisão é o melhor passatempo, para os avançados e para os iniciantes. Esta app é ideal para qualquer pessoa: queira começar a treinar ou já o faça diariamente.

Embora não tenha sido lançada este ano, foi alvo de várias atualizações que a tornaram ainda melhor. As rotinas de exercícios foram renovadas e estabelecidas por atletas, tornou-se possível tirar fotografias do treino e partilhá-las imediatamente tanto na app como em redes sociais (facebook, instagram ou twitter) e o sistema de incentivo entre os membros da aplicação foi facilitado.

Está disponível gratuitamente para iOS e Android.

The Net Set

The Net Set

A rede social do Net-A-Porter foi provavelmente a maior perdição deste ano para os apaixonados por moda. Além da possibilidade de nos conectarmos a designers ou ícones deste mundo, permite-nos ainda partilhar inspirações e gostos com os restantes utilizadores da rede social.

É fantástica não só por nos perdermos totalmente neste universo paralelo onde as paixões surgem a cada segundo que fazemos scroll down, mas também por sermos imediatamente reencaminhados para o local de compra de cada peça que passamos a desejar ver no nosso closet. É ainda totalmente personalizável, uma vez que possibilita selecionarmos estilos, grupos ou personalidades de que gostamos e, a partir daí, apresenta peças direcionadas para o nosso gosto pessoal.

A aplicação está disponível gratuitamente para iOS.

Artigo escrito por Inês Borges, Pedro Afflalo e Rita Teixeira.