euros, dinheiro
snorski via Visualhunt.com

Guia de concertos 2016 para investir dinheiro natalício

Quer tenhas tido muito ou pouco dinheiro no sapatinho, 2016 promete muitos concertos para todos os portugueses fãs de música e é sempre bom estares informado.

É ano de Rock in Rio, o que, invariavelmente, leva a que tenhamos um concorrente NOS Alive forte – e uma promotora do festival, a Everything Is New, ainda mais forte, com um ano, que ainda não começou, ao mais alto nível, “roubando” vários potenciais nomes ao Rock in Rio.

O festival que comemora em 2016 os seus 30 anos, em Portugal já tem nomes confirmados como os Queen, com o vocalista Adam Lambert, Maroon 5 e o super-grupo The Hollywood Vampires… mas a Everything is New já confirmou para Portugal em 2016 concertos de Adele, Muse, AC/DC, Florence & The Machine, Macklemore & Ryan Lewis, Justin Bieber, Iron Maiden, Kygo, The Cure, Kodaline, Hozier, Machine Head, The Tallest Man On Earth, Boyce Avenue, Eagles Of Death Metal, Fat Freddy’s Drop, e Jack & Jack.

Isto sem contar com os Pixies, Foals, Father John Misty, José González, Years & Years, The 1975, Wolf Alice e M83 no NOS Alive, além de todos os nomes ainda por confirmar no festival do Passeio Marítimo de Algés. Ufa.

Mais ainda. A Everything Is New marcou duas datas de concertos de Adele no MEO Arena para um dos fins-de-semana em que acontece o Rock in Rio, sendo que há uma data coincidente – 21 de maio. Uma das maiores artistas da atualidade atua pela primeira vez em Lisboa no mesmo fim-de-semana que acolhe o Rock in Rio. Claramente, a Everything Is New está na frente, dado que o festival de Roberta Medina ainda só tem três nomes confirmados.

Os Iron Maiden, com novo disco, encabeçariam perfeitamente o dia do metal no Rock in Rio – caso ainda subsista – e os AC/DC nalgum dia mais virado para o ambiente original do Rock (!) in Rio. Referências pop atuais como Adele, Justin Bieber ou Macklemore & Ryan Lewis também assentariam que nem uma luva como cabeças de cartaz dos dias mais pop do festival que volta em 2016 ao Parque da Bela Vista. Mas a Everything Is New adiantou-se e desfez todas estas possibilidades. Esperemos para ver o que o Rock in Rio nos traz.

Noutros palcos, o Sumol Summer Fest, na Ericeira, já confirmou Madcon, Elliphant e Azealia Banks, pelo que promete manter a linha da edição anterior, com hip-hop e música negra contemporânea, além de pop alternativa ao topo da indústria musical.

O Marés Vivas de 2016 traz-nos Sir Elton John, Lost Frequencies e o português Dengaz, enquanto o Sudoeste, na sua já 20.ª edição, promete manter a tendência dos últimos anos, com a música house como estandarte, com a confirmação de Martin Garrix.

E o Super Bock Super Rock tem um trunfo de gigante. De Compton para o MEO Arena, no dia 16 de julho. Kendrick Lamar é um dos – senão “o” – principais nomes da música em 2015, com o álbum To Pimp A Butterfly a abrir a porta do mainstream do rap norte-americano, simultaneamente desafiando normas musicais e do establishment da indústria musical e da sociedade. O rapper que soma 11 nomeações nos Grammys atua no mesmo festival que The National, Mac DeMarco, Jamie XX, Bloc Party e Kurt Vile.

Ainda não há nomes confirmados para o festival do ano de 2015 dos Portugal Festival Awards – o Vodafone Paredes de Coura – nem para o NOS Primavera Sound, da mesma organização, da Ritmos & Blues.

Ainda vai correr muita tinta sobre os nomes que poderemos ver em Portugal no próximo ano, mas, uma coisa é certa, 2016 promete.

Photo credit: snorski via Visualhunt.com / CC BY-NC-SA

 

Mais Artigos
Mulan
Cancelamento de ‘Mulan’ gera revolta dos proprietários de cinemas