Natal

Músicas que já não conseguimos ouvir no Natal

Natal é aquela época em que tudo pode ser mágico. Mas, com o passar do tempo, há coisas que começam a perder toda e qualquer magia. Estas músicas são exemplo disso. Discutimos e pensamos bem em alguns exemplos de temas natalícios que os membros da secção de Música já não suportam…

Beatriz Rainha

Wham! – Last Christmas – Todos os anos, tenho apenas um desejo: que esta música volte para 1985 e que nunca mais saia de lá. Já toda a gente conhece a história do coração que no Natal passado foi oferecido em vão e que este ano será dado a alguém especial e, por muitas versões diferentes que façam, não vai passar a ser mais tolerável. Simplesmente, não. Já chega. O mundo precisa de descansar.

Alexandra Correia da Silva

Anjos – Nesta noite branca
Mas é preciso explicar? Há anos e anos e anos e anos que não temos outra música portuguesa de Natal a rodar. E depois gruda-se-nos na cabeça e pronto, repetimo-la ao expoente da loucura. Basta, pum, basta!

Luís Pereira

Qualquer música do Michael Bublé
Pois é, chegamos àquela época em que o nosso amigo Michael sai de hibernação. Durante dois meses ouvimo-lo em todo o lado: centros comerciais, anúncios comerciais, rádios comerciais. O resto do ano ninguém sabe onde ele anda.

Cátia Rocha

 Mariah CareyAll I Want For Christmas Is You
Já não é humanamente suportável. Podem dizer “ah, mas tem um ritmo contagiante e é tão adorável!” que vou responder não. Não há reportagem, festa e etc relacionado com Natal que não tenha esta música. Vamos renovar o stock e parar de dar royalties à Mariah, pode ser?

 Coro de Santo Amaro de Oeiras – A Todos Um Bom Natal
Vamos só fazer aqui um pequeno exercício e perceber que, cada vez que passa aquele playback no Natal dos Hospitais, a voz que sola pertence a uma pessoa que já tem idade para ser pai ou mãe de todas aquelas criancinhas vestidas a rigor. No mínimo.

Photo credit: Gwyrosydd via VisualHunt.com / CC BY

Mais Artigos
Twilight, Crepúsculo
Twilight. Três primeiros filmes da saga chegam à Netflix