141458_5324_FULL

Nashville 4×10: o mundo é feito de mudança

A quarta temporada de Nashville despediu-se do ano 2015 com o seu décimo episódio, intitulado We’ve Got Nothing But Love to Prove, o qual estreou no canal ABC no dia 9 de dezembro. Digamos que o episódio foi tudo aquilo pelo qual temos esperado ao longo da temporada.

À medida que umas coisas terminam, outras começam. A digressão de Gunnar (Sam Palladio) e Scarlett (Clare Bowen) chega ao fim e ambos regressam a Nashville. Maddie (Lennon Stella) e Daphne (Maisie Stella) começam a trabalhar nas suas músicas para a Highway 65 e Rayna (Connie Britton) prepara o grande lançamento do álbum de Markus (Riley Smith).

141458_5073_FULL

A primeira tragédia abate-se quando Luke (Will Chase) descobre que o seu gerente lhe roubara dinheiro e que ele agora tem dívidas de impostos avaliadas em quarenta milhões de dólares. Enquanto isso, Emily (Kourtney Hansen) conta a Avery (Jonathan Jackson) que visitou Juliette (Hayden Panettiere) no instituto de reabilitação e que esta está, de facto, disposta a ser tratada. No entanto, Avery tenta proteger a filha e diz que tudo não passa de um esquema. O público quer urgentemente Avery e Juliette novamente juntos, portanto ele tem de deixar de ser tão cabeça dura.

Caleb (Nick Jandl) recebe uma proposta para ser chefe do seu departamento em Seattle, mas recusa, para poder ficar em Nashville com Scarlett. Por seu turno, Will (Chris Carmack) começa a trabalhar com Wade. Achando que este é homofóbico, Will fica espantado ao ver que Wade se começa a atirar a ele, situação que o protagonista acaba por rejeitar. Independentemente de Wade ser três séculos mais velho que ele, gostava de ver finalmente Will com uma vida amorosa bem-sucedida.

O lançamento do álbum torna-se num sucesso e Markus, em jeito de celebração, beija Rayna, mas esta acaba por rejeitá-lo. No concerto, Maddie conhece Cash Gray (actriz convidada Jessy Schram), a qual se propõe a escrever músicas com ela, já que Daphne é demasiado nova. Emily convence Avery a visitar Juliette, apoiando-a na sua depressão e tenta restaurar a sua família. Scarlett decide terminar a sua relação com Caleb para que ele possa seguir a sua carreira. Já não era sem tempo! Nunca fui capaz de engolir este casal, por muito que tentasse.

141458_5685_FULL

As dívidas de Luke levam-no à ruína e a sua empresa entra em falência. O antigo grupo de Markus reúne-se e este decide abandonar a parceria com Rayna, o que faz com que também a sua empresa, Highway 65, entre em falência. As personagens estão claramente numa onda de azar. Mas como nem tudo são más notícias, o tão aguardado momento chegou: os últimos minutos do episódios prendam o público com Deacon de joelhos, pedindo Rayna em casamento, o qual ela aceita!

Embora a falta de Hayden Panettiere continue a ser sentida, este episódio teve altos momentos que compensaram tal ausência e foi provavelmente um dos melhores desta temporada. Scarlett finalmente acabou com Caleb, Luke e Rayna entram em ruína, Markus desaparece do mapa e a parceria entre Maddie e Cash promete certamente agradar a muitos fãs. Tudo isto são o género de mudanças de que a série precisava urgentemente, lavando-lhe a cara e virando a página. Resta dizer que estou ansiosíssimo pelo regresso de Nashville em março, para poder ver Rayna e Deacon juntos no altar.

NOTA: 8/10

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
The Crown Lady Di
‘The Crown’: Secretário da Cultura britânico quer que a Netflix avise que a série é ficção