A quinta instalação de American Horror Story voltou após uma semana em pausa e o seu novo episódio fez jus ao nome, decidindo revelar a tão aguardada identidade de The Ten Commandmants Killer. O episódio estreou no dia 2 de dezembro no canal FX.

O detetive John Lowe (Wes Bentley) dá novamente entrada no Hotel Cortez e dirige-se a Liz Taylor (Denis O’Hare), exigindo saber a identidade do Assassino dos Dez Mandamentos. No entanto, é Sally (Sarah Paulson) quem decide ajudá-lo, conduzindo-o ao famoso Quarto 64. Num cofre secreto, John descobre dez recipientes de vidro com órgãos humanos, cada um deles representando um dos homicídios em nome dos dez mandamentos.American-Horror-Story-Hotel-The-Ten-Commandments-Killer-5x08-promotional-picture-american-horror-story-39058506-3000-2002

Sally ajuda John a recuperar as suas memórias e o assassino é-nos apresentado… sim, é ele próprio! Sempre soubemos que John tinha um comportamento estranho, mas esta foi um boa jogada por parte dos criadores. Pouco previsível e interessante. Palmas!

John recorda a sua primeira chegada ao Cortez, em 2010, onde conhece Sally, Liz e Donovan (Matt Bomer) no bar. Este último conduz o detetive até à Condessa (Lady Gaga) e James March (Evan Peters). Após se aperceber que John é um homem de justiça, capaz de fazer o mal para praticar o bem, James acredita que ele é um sucessor indicado para o seu trabalho grotesco.

Persuadida por March, a Condessa rapta Holden, o filho do detetive, e essa foi a alavanca que despertou a sede por sangue e por justiça no mesmo. John começa então a levar duas vidas: uma em casa com a sua esposa, Alex (Chloë Sevigny), e outra no Hotel Cortez, impelido por Sally, da qual não guarda quaisquer memórias. É tão bom ver Sarah Paulson de volta!

ahs_508_tencommandments_0006_hires1

Com as suas memórias restauradas, John decide assassinar o detetive Hahn (Richard Jones) por acreditar que ele tem mantido um caso com Alex – o que é mentira. John abraça então a sua entidade enquanto Assassino dos Dez Mandamentos e regressa ao Cortez, onde é recebido por Iris (Kathy Bates), mostrando-se determinado em terminar o trabalho que começou.

Um dos mais impressionantes episódios desta quinta instalação de American Horror Story. Após várias especulações acerca da identidade do serial killer, os criadores conseguiram surpreender-nos com uma reviravolta coesa. Tenho de dizer que foi uma escolha arriscada dedicar um episódio inteiro a Wes Bentley. Ainda assim, tanto ele como o resto do elenco revelaram prestações surpreendentes, sobretudo Evan Peters e Sarah Paulson – esta última precisa urgentemente de mais tempo de antena!

NOTA: 8/10