A sétima edição do InShadow começa hoje e o Espalha-Factos diz-te aquilo que não deves perder. Neste festival de vídeo, performance e tecnologias há espaço para tudo e para todos. Para fãs de cinema, dança, fotografia, música e para quem não é fã de nada e quer simplesmente arriscar algo novo, o InShadow apresenta uma programação variada e transversal a várias áreas e também acessível a todas as idades.

As Masterclasses

Se neste festival o corpo se cria na sombra, que tal aproveitar as masterclasses de entrada livre (mas com inscrição prévia) para criar algo novo em si, explorar novos temas e novas ideias? No dia 2 de dezembro, na ESTAL, às 14h, há uma masterclass sobre percepção intitulada Sensing Movements e no dia seguinte, a ESTAL volta a abrir portas, às 10h, para ensinar a fazer um vídeo-dança vencedor com How to make a winning dance film.

how to make a winning dance film

As Competições

As sessões de competição internacional de documentário e de vídeo-dança não são de todo para deixar de parte. Se o festival parte do vídeo, da performance e da tecnologia estas competições são essenciais. A mostra dos documentários ligados à experiência criativa em dança acontece entre 27 e 29 de novembro no Teatro do Bairro e a competição de vídeo-dança acontece nos dias 2 a 5 de dezembro no São Luiz Teatro Municipal.

urban distortions

As performances

Na secção de performance o destaque é dado a pelo menos quatro peças que fascinam não só pela sua temática, como pela sua originalidade e pela diferença. Dia 2 de dezembro Pierre LarauzaEmmanuelle Vincent apresentam Urban Distortions, um espetáculo onde todos os protagonistas se encontram fechados na sua bolha de plástico. Dia 3 revisitamos o país das maravilhas de Alice com a CocoonDance Company através do corpo e da projeção das imagens do corpo. Erika Janunger e Oskar Frisk apresentam Sensing Currents no dia 4, um espetáculo sobre a gravidade, sobre as ligações, as relações e as forças.

Para terminar, a sessão de encerramento é composta por dois grandes momentos do festival cujo destaque é dado a dois nomes da dança portuguesa em expansão. São Castro e António Cabrita reapresentam Play False, a peça vencedora do Prémio Autores 2015 que se baseia nas várias personagens de Shakespeare. Vão ainda estrear Tábua Rasa (título provisório), um projecto de vídeo-dança que surgiu da peça homónima dos mesmos criadores em colaboração com a CNB.

479227701_640

 O InShadow acontece entre os dias 26 de novembro e 6 de dezembro em vários locais de Lisboa.