A companhia chinesa Huawei apresentou um novo protótipo de bateria que augura um futuro em que carregar na totalidade o nosso smartphone pode demorar apenas alguns minutos.

Numa conferência no Japão, Huawei, uma das mais conhecidas marcas de smartphones do mundo, revelou um protótipo para uma bateria com ânodo revestido a grafite capaz de resistir à pressão criada pela elevada corrente de um carregamento rápido.

No primeiro exemplo demonstrado podemos ver uma bateria de iões de lítio de 3000 mAh a ser carregada dos 0 aos 48% em apenas 5 minutos. Para comparação, a bateria do recente iPhone 6S é de apenas 1715 mAh.

Uma segunda demonstração teve por base uma bateria de apenas 600 mAh que carregou até aos 68% em apenas 2 minutos.

Não resolvendo ainda um dos maiores incómodos dos chamados smart devices, a sua autonomia, o protótipo da companhia chinesa abre ainda assim as portas a um futuro em que o ato recorrente de ter que carregar com regularidade os nossos dispositivos seja muito mais simples e rápido.