screen_shot_2015-10-08_at_10

Chegaram as Reactions ao Facebook e ninguém sabe como reagir a isto

Já chegaram a Portugal as Reactions, uma extensão do famoso botão ‘Like‘ que permite ao utilizador exprimir mais emoções nas publicações que vê no Facebook.

Não há como enganar, o botão mais famoso das redes sociais acabou de ganhar novas categorias. Começando em “Amor” e acabando em “Raiva”, os utilizadores podem agora exprimir com mais pormenor a sua opinião sobre as publicações que encontram no feed de notícias. A completar a lista das chamadas Reactions temos “Riso”, “Alegria”, “Surpresa” e “Tristeza”.

Facebook_Reactions15

Esta novidade já tinha sido anunciada há algum tempo pelos representantes do Facebook, tendo sido iniciado um período de teste em Espanha e Irlanda. Mais tarde passou a estar disponível também no Chile e nas Filipinas. A partir de agora, Portugal junta-se à lista de países que conseguem usufruir das Reactions.

Em declarações dadas ao Diário de NotíciasChris Tosswill, diretor de produto do Facebook, explicou que o objetivo é mesmo permitir aos utilizadores “deixar mais feedback do que simplesmente um like, ao pressionarem esse botão” e que, sendo ainda uma novidade, vão “continuar a testar reações em vários países até estarmos satisfeitos“. Um outro sentimento das Reactions que está também já disponível em computadores e em sistemas iOS e Android por todo o país é o “Confuso”.

Mesmo com toda esta nova panóplia de opções, continua ainda sem estar disponível o tão comentado botão de “Não Gosto”. Nessa nota, e mencionando a possibilidade de vermos as Reactions a causarem comportamentos mais negativos nas interações entre utilizadores no Facebook, o diretor acredita que esse não será o caso, visto que aqueles que utilizam a rede social “sempre tiveram a possibilidade de escrever um comentário sobre algo que não gostaram“. Esta mudança, segundo Tosswill, vai sim incentivar as pessoas a expressarem mais confortavelmente as suas opiniões.

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Capital
Crítica. ‘Capital no Século XXI’ e o estado moderno da desigualdade