A Cordoaria Nacional, em Lisboa, abriu as portas no passado dia 31 a uma exposição internacional com centenas de órgãos e corpos humanos conservados… e bem reais.

A exposição Real Bodies – Descubra o Corpo Humano é uma viagem através da nossa principal e extraordinária riqueza: o nosso corpo. São 1700 metros quadrados de veias, articulações, ossos, pulmões, órgãos reprodutores, músculos, esqueletos completos, crânios, cérebros e muito outros, que nos mostram o quão extraordinário e perfeito é o corpo humano.

Além das galerias dedicadas a cada sistema (esquelético, muscular, digestivo, urinário, reprodutivo, circulatório, respiratório, nervoso), há também uma de anatomia seccionada e outra de desporto, na qual poderás observar os corpos a efetuar diferentes atividades físicas, um alerta para os benefícios de praticar atividade física.

image1

Na galeria dedicada ao sistema reprodutivo, existe outras das partes mais interessantes da coleção – todas as fases do desenvolvimento fetal. Podes ainda encontrar órgãos afetados por diferentes doenças e observar como são condicionados pelas mesmas.

Esta experiência apenas é possível graças à técnica de polimerização, que permite que os corpos e órgãos humanos reais permaneçam conservados ao longo do tempo. A identidade dos corpos, não reclamados e oriundos dos EUA e da China, permanece obviamente desconhecida.

51bf1f495ca9047590a8a0e3e973fa74_L

Real Bodies é a maior e mais completa exposição de órgão e corpos humanos reais. Organizada por uma empresa norte-americana, já foi exibida noutras cidades, somando mais de 15 milhões de visitantes. Só em Veneza, Itália, chegou aos 200 mil, esperando-se que atinja o mesmo número em Portugal. Em 2007, Lisboa acolheu uma exposição semelhante, mas bastante mais pequena. Os 17 corpos e 270 órgãos humanos provocaram, na altura, polémica e dúvidas sobre a origem dos corpos utilizados.

Real Bodies Circulatorio

No fundo, o objetivo desta visita é alertar para o respeito que devemos ter com o nosso corpo através de pequenos cuidados diários e para a ideia de que ““não importa a raça, não importa a sua religião, não importa a sua orientação política, não importa se é rico ou pobre… todos partilhamos um elemento comum: O Corpo Humano” , como se pode ler no website da exposição. No portal podes também adquirir os bilhetes, ver as indicações de deslocação ou os horários para as visitas.

O valor dos bilhetes varia entre os 11,50€ para crianças, os 13,50€ para estudantes e seniores e os 15,50€ para adultos. Há ainda a possibilidade de visitar esta exposição levando toda a sua família por 35,50€ ou em regime de grupos e escolas. A organização garante que se vai tratar de uma visita de descoberta, educativa e pedagógica, tanto para adultos como para crianças, pelo que vale muito a pena.

Infelizmente, não vais poder gravar ou tirar fotografias, pelo que deverás aproveitar bem todos os minutos que tiveres nesta exposição que te mostra o corpo humano como nunca o sonhaste ver.