Quantico

Produtor de Quantico é processado por plágio

Uma das novas novas apostas de sucesso da estação televisiva ABC, a série policial Quantico, tem o seu produtor Mark Gordon sobre fogo, processado por ter alegadamente plagiado o conceito do enredo.

Barbara Leibovitz Hellman, Jamie Hellman e Paula Paizes decidiram processar Mark Gordon (Anatomia de Grey, Mentes Criminosas) e a Mark Gordon Company por este ter alegadamente plagiado a série de um documentário realizado por Hellman e Leibovitz entre 1998 e 1999. Neste documentário, Hellman e Leibovitz acompanharam uma turma de recrutas do FBI durante 16 semanas, culminando na obra Quantico: The Making of an FBI Agent.

Já em 2001, Paula Paizes apresentou o documentário a Gordon e à sua produtora que comprou a ideia em 2002, após o qual Paizes terá continuado a fornecer informação detalhada sobre o treino físico e psicológico dos recrutas que não constava do documentário.

Trabalhando até 2003, data do fim do contrato entre ambas as partes, com vários escritores para criar o guião para um filme baseado no documentário, Paizes terá tentado contactar Gordon para levar o projeto adiante, chegando a sugerir criar uma série dramática sobre o mesmo tema. Todavia, apesar de Gordon ter demonstrado interesse no projeto, encontrava-se envolvido com outra produção e não levou para a frente qualquer das ideias.

Após 11 anos a estação ABC colocou Quantico em desenvolvimento em 2014 com Gordon como responsável e Paizes e Leibovitz alegam que a série faz precisamente referência às ideias propostas entre 2001 e 2003, tendo então o produtor incorrido numa quebra de contrato e exigindo os queixosos os devidos créditos sobre a origem do programa televisivo.

 

Mais Artigos
Peaky Blinders
‘Peaky Blinders’ termina na sexta temporada mas volta noutro formato