O Espalha-Factos volta a abrir a página das mais recentes novidades literárias. Este semana é feita de regressos, seja de personagens míticas como Astérix e Obélix, de um nome mítico da Literatura Portuguesa como António Lobo Antunes ou de um novo escritor como José Luís Peixoto

O Papiro de César – Jean-Yves Ferri e Didier Conrad

1507-1

O 36.º álbum de Astérix chega às bancas com novas personagens e o mesmo inimigo de sempre. Depois de Astérix entre os Pictos, em 2013, Jean-Yves Ferri e Didier Conrad deixaram-se levar pela atualidade e transportaram Julian Assange para as aventuras dos gauleses, criando DoublePolémix. Quanto aos vilões, César continua na história, mas quem dá a cara é o seu conselheiro: Bónus Vendetudus, que foi inspirado em Jacques Séguéla, o célebre publicitário francês. Além da edição em português, também existe uma em mirandês.

Ficha técnica:

Autor: Jean-Yves Ferri, Didier Conrad

Editora: ASA

Data de lançamento: 22 de outubro

Em Teu VentreJosé Luís Peixoto

image

Na sua mais recente obra, José Luís Peixoto viaja até um episódio incontornável do Portugal do século XX: as aparições de Nossa Senhora em Fátima, entre maio e outubro de 1917. Tem sido um livro que tem suscitado alguma curiosidade pelo tema em questão. A editora Quetzal apresenta-o como um livro inspirado na maternidade e na força das personagens. Nas palavras do autor no livro: “Mãe, atravessas a vida e a morte como a verdade atravessa o tempo, como os nomes atravessam aquilo que nomeiam.” Resta mesmo saber quem são as mães presentes na história.

Ficha técnica:

Autor: José Luís Peixoto

Editora: Quetzal

Data de lançamento: 23 de outubro

Da Natureza dos DeusesAntónio Lobo Antunes

500_9789722058469_da_natureza_dos_deuses

Um dos nomes mais sonantes da Literatura Portuguesa volta a publicar um livro depois de em 2012 ter lançado Não é meia-noite quem quer. António Lobo Antunes baseou-se no título De Natura Deorum, de Cícero, e construiu um livro com 580 páginas. Norberto do Vale Cardoso, no Jornal de Letras, já considerou o livro “simultaneamente mágico e perturbador”. O crítico avisa-nos que entre o mistério que nos suscita ainda nos leva ao mundo do Poder. O autor também já falou à revista Sábado sobre o livro e afirmou: “é talvez a melhor coisa que fiz até hoje”.

Ficha técnica:

Autor: António Lobo Antunes

Editora: Dom Quixote

Data de lançamento: 20 de outubro