O novo episódio de Once Upon a Time – em português Era Uma Vez, no AXN White -, intitulado The Broken Kingdom, estreou no dia 18 de outubro no canal de ABC e veio criar um campo de guerra entre casais (e até triângulos amorosos), cada um tentando cumprir o seu propósito.

No passado de Camelot, cinco anos antes da narrativa que temos vindo a acompanhar, vemos novamente o momento em que o Rei Artur (Liam Garrigan), cumprindo a profecia de Merlin, retirou Excalibur da pedra, apenas para descobrir que falta uma peça (a adaga de Dark One). Ainda assim, Artur anuncia ao reino que encontrou a espada inteira. A sua obsessão pela peça restante fragiliza a sua relação com Guinevere (Joana Metrass), a qual acaba por procurar conforto em Lancelot (Sinqua Walls).

O1

Artur parte na sua missão para encontrar a adaga e Guinevere e Lancelot decidem fazer o mesmo, seguindo um rumo diferente. Ambos levam uma manopla de Merlin capaz de lhes indicar a localização daquilo que procuram. Chegada ao seu destino, a dupla vê-se confrontada com Rumplestiltskin (Robert Carlyle), que decide trocar a manopla pelas Areias de Avalon, um produto mágico capaz de resolver qualquer problema que o seu utilizador queira.

De volta a casa, Artur confessa que sempre soube do caso entre Guinevere e Lancelot, e decide usar as areias na esposa, tornando-a obediente a qualquer uma das suas vontades. Para além disso, Artur usa também as areias para reconstruir o resto de Camelot, simulando um reino que, no fundo, não existe.

Cinco anos mais tarde, Mary Margaret/Branca de Neve (Ginnifer Goodwin), avisada por Lancelot, diz a David/Príncipe Encantado (Josh Dallas) que Artur não é de confiança e que Lancelot está vivo. David não acredita na história da esposa e decide confessar a Artur que Emma (Jennifer Morrison) é a nova Dark One e que a equipa está em posse da adaga capaz de completar Excalibur.

O2

Mary Margaret e Lancelot decidem esconder a adaga num local seguro, mas são apanhados por Artur, que exige o objeto de volta. David aparece e confessa que tudo fora um plano entre ele e Mary Margaret, de modo a apanharem Artur em flagrante. O trio decide prender o rei, mas este é salvo por Guinevere, que continua sob o feitiço do seu marido. A mulher decide usar novamente as Areias de Avalon em David e Mary Margaret, e estes acabam por ficar sob o seu comando.

Lancelot é preso e a sua companheira de cela diz querer também derrubar o Rei Artur. O cavaleiro forma então uma aliança com, nada mais nada menos, que Merida (Amy Manson).

De volta a Storybrooke, na linha temporal presente, Emma está decidida a tornar Rumplestiltskin num herói e controla Merida de modo a que esta comece a pôr à prova a coragem do homem. Uma referência interessante ao filme da Disney, já que Emma diz: “I need you to make him brave“.

O novo episódio de Once Upon a Time merece aplausos sobretudo graças à sua estrutura. As alianças formadas entre os diferentes casais deram possibilidade ao episódio de despontar pequenas reviravoltas aqui e ali. Para além disso, o público estava habituado a ver David e Mary Margaret como pais, e foi bom voltar a olhar para eles como casal.

Adicionalmente, tendo em conta que a prestação de Amy Manson como Merida no episódio piloto foi excecional, é bom ver a atriz de volta em grande. Posto isto, serei só eu que acha que Regina (Lana Parilla) tem tido pouco tempo de antena nos últimos episódios?

NOTA: 8.5/10