Booth stops by the house to read bedtime stories to Christine
Booth stops by the house to read bedtime stories to Christine.

Bones 11×03: de volta ao trabalho

O terceiro episódio da nova temporada de Bones – em português, Ossos -, intitulado The Donor in the Drink, foi exibido no dia 15 de outubro na FOX e trouxe-nos um caso que, à semelhança de anteriores, aborda o homicídio à luz de questões morais.

De volta ao Instituto Jeffersonian e ao FBI, respetivamente, Brennan (Emily Deschanel) e Booth (David Boreanaz) investigam os restos mortais de Lloyd Nesbet, encontrados num lago. Os progressos mostram que os órgãos de Lloyd haviam sido recolhidos para serem provavelmente vendidos num mercado de tráfico de órgãos.

O2

Aubrey (John Boyd) consegue localizar a mulher responsável pelo negócio, mas a descoberta não é suficiente para acusá-la de homicídio. A mulher explica que, embora seja algo feito à paisana, é um negócio destinado a salvar a vida a pessoas que realmente precisam de uma transfusão.

Enquanto isso, Hodgins (T.J. Thyne) descobre que Angela (Michaela Conlin) iniciou um passatempo de fotografia e pressiona a esposa a exibir o seu magnífico trabalho a amigos e família. Após esta recusar, Hodgins decide organizar uma exposição com o trabalho de Angela. Ao início esta mostra-se reticente, mas acaba por aceitar o desafio.

Saroyan (Tamara Taylor) vê-se confrontada com uma decisão arriscada, quando é obrigada a escolher entre o trabalho e Arastoo, o seu noivo que se despediu do Jeffersonian. Booth está sob pressão ao descobrir que as cinzas do seu irmão desapareceram e o regresso ao trabalho parece não ajudar, pois Aubrey apoderou-se inocentemente do antigo escritório de Booth.

A conclusão do caso dá-se quando a equipa descobre que um empregado de Lloyd Besnet vendera o próprio rim de modo a ajudar o patrão e acabara por receber nada em troca. Num ataque de raiva, matou-o, embora não tivesse intenção de tal.

O1

O episódio termina com um momento entre Saroyan e Brennan, em que esta diz que prefere escolher a sua vida profissional e não se sente culpada por tal. Na exposição de Angela, um crítico de arte aparece inesperadamente e decide comprar algumas das suas peças. Duas cenas brilhantes que seriam perfeitas para fechar o episódio, não fossem Booth e Brennan roubar novamente a luz da ribalta – a série faz questão de terminar todo o santo episódio com o famoso casal, quer estes tenham muito ou pouco para dizer.

Um caso que, muito ao jeito de Bones, nos faz refletir acerca da diferença entre praticar algo fácil e algo correto. Até que ponto justifica matar alguém para salvar outra pessoa? A série tem tendência a criar casos que mexem com os nossos valores e nos colocam completamente no lugar das personagens, dizendo que todo o culpado é também, no fundo, humano.

NOTA: 8/10

Mais Artigos
Quem Quer Namorar com o Agricultor? SIC
SIC renova ‘Quem Quer Namorar com o Agricultor’ para uma quarta edição