7x01-07

The Vampire Diaries 7×02: olho por olho

O novo episódio da sétima temporada de The Vampire Diaries – em português Diário do Vampiro no AXN Black -, intitulado Never Let Me Go, estreou no dia 15 de outubro no canal The CW e veio introduzir um ambiente de guerra fria na série.

Por vingança ao facto de Damon (Ian Somerhalder) e Bonnie (Kat Graham) terem morto Malcolm, os Heretics – vampiros com poderes de bruxa – raptam Caroline (Candice King) e torturam-na. Os protagonistas descobrem que salvá-la parece ser mais difícil do que parece, pois já não têm acesso à mansão dos Salvatore.

V2

Bonnie descobre que Matt (Zach Roerig) se tornou, por acidente, o novo proprietário da mansão. Ambos combinam usar magia para que Matt morra durante uns minutos e a casa deixe de ter proprietário, trazendo-o de volta à vida após salvarem Caroline. O plano falha, pois Lily (Annie Wersching) mostra estar um passo à frente e arranja uma nova proprietária para a mansão.

Entretanto, Alaric (Matt Davis) revela a Bonnie estar em posse da chamada Pedra Fénix, que se diz ser capaz de ressuscitar os mortos – Alaric pretende ressuscitar a sua noiva, Joe. Os rumores tornam-se verdade quando Alaric usa a pedra para ressuscitar uma mulher numa morgue.

V1

Lily e o seu bando de Heretics dirigem-se ao cemitério e roubam o caixão de Elena (Nina Dobrev) de modo a terem uma carta contra os irmãos Salvatore. Na mansão, Caroline descobre que Stefan (Paul Wesley) se apaixonara por uma das Heretics (Valerie) em 1863.

O episódio termina com um flashforward de três anos, em que Caroline, agora uma pivot de televisão, diz não querer saber do nome Stefan Salvatore, antes de ser atacada com estacas de madeira por uma entidade desconhecida.

O novo episódio da saga de vampiros tem vindo a manter a fasquia que o anterior lançara. A família de Heretics é, sem dúvida alguma, uma adição fresca à série, pois o público tem possibilidade de explorar uma multiplicidade de personalidades e a forma como cada uma delas parece ser uma ameaça aos protagonistas.

Com Nina Dobrev fora da série, é refrescante ver que Kat Graham e Candice King têm feito um excelente trabalho ao vestir o protagonismo feminino. Para além disso, os flashforwards são uma técnica que parece estar na moda – algo que vemos, por exemplo, em How To Get Away With Murder e Once Upon a Time – e são, de facto, uma boa forma de manter o público agarrado ao ecrã numa onda de suspense.

NOTA: 8/10

Mais Artigos
Festival da Canção EFVisão
EFVisão. Podcast do Festival da Canção chega à Apple Podcasts