A escritora e jornalista bielorrussa Svetlana Aleksievitch foi distinguida com o Nobel da Literatura 2015 pela escrita “polifónica, um monumento ao sofrimento e à coragem no nosso tempo”, sublinhou a Academia Sueca.

Svetlana Aleksievitch nasceu em 1948, em Minsk, na Bielorússia. A autora tem os seus livros publicados em 22 línguas e alguns deles já foram adaptados para documentários e peças de teatro. Ao longo de 35 anos, a escritora tem-se dedicado a escrever sobre a URSS e já recebeu prémios como o Erich Maria Remarque Peace Prize, em 2001, e o National Book Critics Circle Award, em 2006

A escritora tem um livro publicado em português, O Fim do Homem Soviético – Um tempo de desencanto. A obra  venceu o Prémio Médicis Ensaio e foi indicada pela revista Lire como Livro do Ano 2013 em França.