listen-to-sam-smiths-james-bond-spectre-theme-song-writings-on-the-wall-1

Sam Smith é número 1 e faz história nas canções de James Bond

É histórico, até por não ter causado uma boa primeira impressão, mas Writing’s On The Wall de Sam Smith é o primeiro tema de um filme de James Bond a chegar ao número 1 na tabela do Reino Unido. 53 anos depois de Dr. No, que apresentou o tema instrumental que ainda faz parte de todos os filmes de 007, o tema de Spectre faz aquilo que mais ninguém conseguiu.

Ainda sem vídeo oficial – mas já com um teaser – a canção faz parte do pequeno grupo de temas que não faz referência ao nome do filme (não há muito que rime com Spectre). E na história dos temas de Bond, há-os para todos os gostos. Recorda aqui alguns dos mais marcantes.

Shirley BasseyGoldfinger (de Goldfinger, 1964)

É conhecido como o filme em que a identidade de Bond ficou definida, e para muitos, é ainda o melhor de sempre. Em 1964, Sean Connery era 007 e lutava contra Auric Goldfinger, um psicopata obcecado com ouro. A personagem é o foco da canção de Shirley Bassey, composta por John Barry, que é considerada ainda como o cânone dos temas Bond. Foi número 21 no Reino Unido.

 

Louis ArmstrongWe Have All The Time In The World (de Ao Serviço de Sua Majestade, 1969)

O rosto de James Bond mudou ao fim de cinco filmes (George Lazenby substituiu Sean Connery, que acabaria por regressar no filme seguinte) e Ao Serviço de Sua Majestade trouxe também mudanças na banda sonora. A abertura do filme foi feita com um tema instrumental, mas a canção mais conhecida foi o tema secundário – We Have All The Time In The World foi cantado por quem já não tinha muito tempo, um Louis Armstrong já demasiado doente para tocar trompete e que tem aqui a sua última gravação. Foi número três no Reino Unido, mas só 25 anos depois.

Carly SimonNobody Does It Better (de O Espião Que Me Amava, 1977)

Primeiro tema principal de James Bond que não é igual ao título do filme, Nobody Does It Better ainda é considerada uma das canções mais sexy de sempre (opinião atestada pelos Radiohead, que fizeram uma versão). Carly Simon foi nomeada para o Oscar e para o Grammy de Canção do Ano e ainda é um dos mais lucrativos temas de James Bond. Foi número dois nos Estados Unidos e número sete no Reino Unido.

Duran DuranA View To a Kill (de Alvo em Movimento, 1985)

A aproveitar o sucesso que o new-wave pop dos Duran Duran ia fazendo dos dois lados do Atlântico, o compositor John Barry agarrou a banda para o último filme de Roger Moore como James Bond. Canção excêntrica para um filme excêntrico que tinha Grace Jones como uma espécie de Bond-girl – foi um gigantesco sucesso que só foi superado pelos últimos dois temas do 007. Número um nos Estados Unidos, foi número dois do Reino Unido e ainda faz parte do alinhamento da banda.

Tina TurnerGoldenEye (de GoldenEye, 1995)

Depois de seis anos de pausa, a recuperar de um Timothy Dalton que provou ser uma má experiência como Bond, Pierce Brosnan foi o novo rosto do agente secreto, com um tema que trouxe de volta o glamour das aberturas dos anos 60 e 70. A voz foi de Tina Turner, a composição de Bono e The Edge dos U2 e foi número dez no Reino Unido.

MadonnaDie Another Day (de Morre Noutro Dia, 2002)

Fora Goldeneye, Pierce Brosnan nunca teve muita sorte com os temas escolhidos para os seus quatro filmes, sempre considerados fracos, mas a escolha para Morre Noutro Dia ainda é considerada o maior tiro ao lado da saga. Madonna foi a escolhida (e até apareceu no filme) e do experimentalismo à letra (“guess I’ll die another day” é repetido dezenas de vezes), a canção foi humilhada na praça pública, com um filme que ainda é considerado o pior de todos os Bond. Ainda assim, foi número três no Reino Unido.

 

AdeleSkyfall (de Skyfall, 2012)

O Bond mais lucrativo de sempre com um dos temas que mais ganhou – Daniel Craig e Adele saíram os dois a sorrir da colaboração com o filme, que venceu dois Oscars, um deles para Melhor Canção Original. Adele gravou o tema durante uma fase em que raramente surgia em público, depois do estrondoso sucesso do álbum 21. A canção seguiu o êxito, e igualou o número dois dos Duran Duran em 1985. Só foram superados por Sam Smith, passados três anos.

Mais Artigos
Video Music Awards
MTV Video Music Awards serão transmitidos ao vivo em agosto