Com a segunda a caminho, How To Get Away With Murder arrasou na sua primeira temporada, tornando-se num ícone inovador do género policial. Exibida originalmente no ABC, Como Defender Um Assassino apresenta-se na televisão portuguesa através do AXN.

O primeiro episódio foi ao ar em Setembro de 2014 e acompanha a vida de Annalise Keating – interpretada pela talentosa Viola Davis -, professora de Direito Penal na fictícia Universidade de Middleton e advogada de defesa. Annalise selecciona cinco estudantes para trabalharem na sua firma: Wes, Connor, Michaela, Laurel e Asher. À medida que acompanhamos os casos e as aulas da professora, a primeira temporada introduz os seus grandes mistérios. Primeiramente, assistimos à morte de Sam Keating, marido de Annalise, que aparentemente morreu às mãos de quatro dos seus estudantes; este mistério é desvendado ao longo de nove episódios. Os cinco episódios restantes conduzem ao desvendar do assassino de Lila Stangard, amante de Sam.

HTGAWM

Um dos aspectos inovadores desta série – e aquele que nos prende imediatamente ao ecrã – é a técnica com que o assassínio de Sam é relatado. Os nove episódios revelam um pouco do que aconteceu na fatídica noite através de flashbacks e cada episódio termina com uma nova revelação que nos faz imediatamente partir para o episódio seguinte. À medida que descobrimos o que realmente aconteceu a Sam, apercebemo-nos que todas as personagens escondem segredos e assistimos às suas reacções após cometerem o crime. Esta narrativa espelha uma componente brutalmente humana da série, testando os limites da confiança e mostrando como estranhos rapidamente se podem tornar amigos ou como amigos podem igualmente virar inimigos.

How To Get Away With Murder é uma série com passo acelerado, que surpreende a cada segundo. Mesmo no nono episódio, quando achamos que a história de Sam fica encerrada, o último segundo revela-nos mais um chocante momento que altera o decurso dos acontecimentos daí em diante. O mesmo acontece no último episódio da temporada. Após descobrirmos o assassino de Lila – pessoalmente, fiz todas as especulações possíveis e não adivinhei -, a série não se fica por aí. O último segundo do episódio mostra-nos a morte de uma das personagens principais, lançando assim as sementes para o que será com certeza uma segunda temporada altamente promissora.

Annalise Keating 2

Uma das características interessantes da série é que esta não contém heróis ou vilões. Não existem personagens boas ou más. Todas as personagens são simplesmente humanas e a série faz um excelente trabalho ao explorar até que ponto uma pessoa é capaz de ir para manter os seus segredos – ou para desvendar os dos outros.

Ao longo dos nove episódios, cada um deles foca-se numa personagem em específico, ajudando assim a abrir aos poucos a cortina do assassínio de Sam, já que cada personagem apresenta a sua própria visão da história. Esta foi uma técnica interessante para que o público pudesse acompanhar e apaixonar-se aos poucos por cada um dos protagonistas – e, verdade seja dita, quer odiemos ou amemos certas personagens, é impossível negar que todas elas são, no fundo, altamente interessantes.

No entanto, há que sublinhar que os cinco episódios restantes são mais parados, quando comparados à primeira parte da temporada. Esta segunda parte foca-se sobretudo no impacto que a morte de Sam teve nos protagonistas, bem como na tentativa de Annalise ajudar Wes, Connor, Michael e Laurel a escapar ao crime. A morte de Lila apenas é desvendada no último episódio, ao ponto que os anteriores não contribuem propriamente para a narrativa principal, dedicando-se apenas a explorar os sentimentos de cada personagem e as repercussões do primeiro assassínio.

HTGAWM 2

Em suma, How To Get Away With Murder é uma série inovadora, sobretudo na forma como relata a sua narrativa, tanto a nível visual como temporal. Os primeiros episódios formam um constante clímax que prendem o espectador ao ecrã – algo que os últimos episódios falham um pouco em cumprir. A série surpreende, acima de tudo, na forma como revela as intrigas e o lado humano de cada personagem. Quando achamos que já sabemos tudo sobre alguém, eis que surge um novo segredo que nos deixa de queixo caído e altera significativamente o enredo.

A segunda temporada estreará no Estados Unidos no dia 24 de Setembro, não tendo ainda data de estreia definida para Portugal. A não perder.

NOTA: 9/10