A parte final da longa rota EFiana pela Europa culmina na zona mediterrânea, mais precisamente no sul de França. Para lá chegar, o EF ainda passou por Turim, Sanremo e pelo Principado do Mónaco.Turim, ou, em italiano, Torino, é a quarta maior cidade italiana, atrás de Roma, Milão e Nápoles e é, a par da cidade milanesa, a grande cidade italiana mais próxima dos alpes.

Com vários monumentos que merecem visita, como o emblemático Museu Nacional do Cinema, a cidade do Touro, plana na maior parte da sua extensão, oferece um cenário espetacular quando avistada de um dos miradouros, já do outro lado do rio Pó.

IMG_7129 IMG_7126

Apesar da sua beleza durante o dia, aquilo que mais se evidenciou foi o ambiente noturno na Praça Vittorio Veneto, com milhares de pessoas reunidas nas esplanadas, nas margens do rio ou simplesmente a passear. Ao sábado a noite, a atmosfera naquele lugar é absolutamente incrível, estando este clima noturno a par das grandes cidades europeias

IMG_7117 IMG_7120

Pouco mais de 200 quilómetros a sul situa-se a praia de Sanremo, na costa oeste italiana. A água é límpida, a areia fina e o preço é 6 euros ao dia. É verdade: há que pagar para ir à praia, não na extensão total do areal, mas nas áreas com melhore condições é mesmo preciso tirar bilhete. Já a vila é conhecida pelo Casino de Sanremo e pela sua zona comercial, que, de resto, e a par da praia, acaba por ser a zona principal do aglomerado.

IMG_7140 IMG_7204

Por fim, o dia terminou no Principado do Mónaco, um cantinho na costa francesa com uma extensão pouco maior do que 30 campos de futebol. A visita a este principado resume-se a três coisas: praia, casino e compras. A praça principal, com o Café Paris de um lado e o Hotel Paris do outro, separados pela Opera e pelo Casino, é o ex libris do sítio, com muitos visitantes a fotografarem os carros de alta cilindrada que ali se estacionam.

IMG_7210  IMG_7227 IMG_7229IMG_721311885302_934063393306593_3684784438104303338_n