1

‘Orchidea’: «Todas as nossas paixões refletem as estrelas»

Ellsworth Humelsine é um ilustre professor aposentado. Quando os seus três filhos decidem fazer-lhe uma surpresa para festejar o seu octogésimo aniversário, são notificados do seu desaparecimento e descobrem que os seus “eclipses” já eram frequentes, embora por norma voltasse sempre nas 24 horas seguintes. Um outro residente da Big Bear Resthome for the Elderly informa-os acerca da “história de estrelas e de vida no universo”, cujo nome de código é Orchidea.

Cosey é um criador franco-belga de banda desenhada, mundialmente conhecido pela série Jonathan, publicada na Revista TinTin na década de 70 e 80. A one-shot Orchidea é, tal como todas as BD’s de Cosey, considerada literatura desenhada, embora haja quem não o considere um desenhador talentoso. A paleta de cores é baça, girando à volta de azuis, castanhos e amarelos, e há uma grande descrição visual, com cenários compostos. Mas, “em Orchidea, é a voz do coração que nos fala da existência”.

Virgil tem oito filhos e uma empregada que não dá conta do recado, Ruby é uma atriz com pouca sorte e Seymour um engatatão sem jeitinho. Ambos estão bem instalados na sua vida de adulto, mas apenas na aparência. Ao procurarem pelo seu pai desfiam sobre a vida uns dos outros, partilham problemas, recaídas e ataques de egocentrismo. Ao encontrarem Ellsworth percebem-no mais jovem e conhecem Orchidea, uma estrela especial. Tal como os três irmãos são as estrelas do professor. Uma história familiar, sobre a vida e as suas dádivas.

O argumento não é por aí além e as expetativas acabam por ser defraudadas, uma vez que a narrativa faz desconfiar sobre um final diferente. Esteticamente é apelativo e a história é, apesar de tudo, bonita. Recomenda-se com reservas e aconselha-se conhecer Cosey através de À Procura de Peter Pan, banda desenhada sobre “Melvin Z. Woodworth, um escritor britânico que vem procurar inspiração para o seu terceiro romance na aldeia de Ardolaz, nos Alpes valesianos, onde tinha estado seu meio-irmão, Dragan Z. Zmadjevic, um músico e compositor, que ali faleceu 10 anos antes. Uma viagem ao passado, pontuada por citações do Peter Pan de James M. Barrie, em que a paisagem da montanha, que Cosey retrata como ninguém, se assume como uma personagem de pleno direito”.

Nota: 5/10

Ficha Técnica

Título: Orchidea

Argumento: Cosey

Desenho: Cosey

Editora: Witloof

Páginas: 80

Preço: 16,91€

Zeen is a next generation WordPress theme. It’s powerful, beautifully designed and comes with everything you need to engage your visitors and increase conversions.

Mais Artigos
Mercury Seven Os Verdadeiros Eleitos
‘Os Verdadeiros Eleitos’. Disney+ estreia documentário sobre primeiros astronautas no espaço