No próximo dia 5 de setembro, o Cineteatro D. João V reabre com Correr o Fado, da companhia Quorum Ballet. O teatro, a dança, a música e o cinema voltam ao Cineteatro, que esteve encerrado durante alguns anos. Brian Adams, Rui Veloso, o Festival Internacional de Magia, ou o Festival de Música Popular Portuguesa foram alguns dos nomes e eventos que passaram por este palco da Amadora. 

A degradação do edifício e desadequação face às exigências atuais foram as razões que levaram à recuperação do edifício inaugurado em 1966. O palco foi remodelado, para que as condições técnicas melhorassem. As condições acústicas também foram uma das preocupações, por isso o pavimento e os tetos também foram aperfeiçoados. Na plateia foram incluídos alguns lugares para pessoas com mobilidade condicionada e melhorado o conforto, a segurança e os ângulos de visualização. Quanto à régie, foram construídas quatro cabines de tradução simultânea e uma sala de projeção com dimensões adequadas.

Raquel Reis, arquiteta da empresa MECH – Consultores de Arquitetura e Engenharia, responsável pela remodelação do Cineteatro D. João V, afirmou em comunicado de imprensa: “A requalificação funcional e arquitetónica deste espaço irá permitir o funcionamento adequado aos espetáculos atuais nas mais diversas vertentes e oferecer todas as condições de segurança e técnicas exigidas pela regulamentação em vigor”.

cineteatro_d_joaov_036_Widegris

Correr o Fado, do Quorum Ballet, é o espetáculo escolhido para a inauguração, no dia 5 de setembro, às 21h00 e domingo, 6 de setembro, às 16h00. Desde fevereiro de 2012 em digressão, esta peça, que junta a dança contemporânea e o fado, tem a participação dos bailarinos Daniel Cardoso, Elson Ferreira, Ester Gonçalves, Filipe Narciso, Inês Godinho, Kim Potthoff e Mathilde Gilhet. Com voz de Joana Melo e coreografia de Daniel Cardoso, Correr o Fado tem permitido desconstruir a visão tradicional melancólica e saudosista do fado.

Bragança_Fado_2011 020

Ainda em setembro subirá a palco o concerto de Rão Kyao, no dia 18, de Quadrilha, no dia 19 e a peça de teatro As Noivas de Travolta, de 24 a 27 de setembro e nos dias 2, 3, 9, 10, 11, 16, 17 e 18 de outubro. O Quorum Ballet volta em outubro com Lago dos Cisnes, assim como o tributo a Amália RodriguesSucessos da Diva do FadoQuim Roscas & Zeca Estacionâncio, Mary Poppins, do Teatro do Eléctrico, e os concertos de António Chainho ou dos Corvos estão agendados para novembro. Para dezembro, está programada Dança a um Deus Pagão, do Teatro dos Aloés, a revista Pró Diavo Kus Carregue, a peça de teatro infantil Cantas os Contos de Encantar ou o concerto de Natal do Coro de Santo Amaro de Oeiras.