Porque queremos que aproveites os três dias no bosque ao máximo, o Espalha-Factos dá-te a conhecer tudo sobre o cartaz do Indie Music Fest: durante os próximos tempos, vamos apresentar-te algumas das bandas que vais poder ver ao vivo, nos dias 3, 4 e 5 de setembro, no Bosque do Choupal. Hoje, fica com Les Crazy Coconuts, Los Black JewsTaipa + The Blackbirds.

Les Crazy Coconuts

11188480_358522474354430_2230994649256693832_n

E se ao lado da batida de uma bateria estivesse o som do sapateado? É disto que são feitos os Les Crazy Coconuts.

Tiago Domingues (bateria), Gil Jerónimo (guitarra, voz e synths) e Hugo Domingues (baixo) juntam-se aos pés talentosos de Adriana Jaulino que os complementa no sapateado. O resultado está à vista com concertos no NOS Alive, Vodafone Paredes de Coura e, como não podia deixar de ser mencionado, Indie Music Fest.

Estão ali entre o rock, o shoegaze e em alguns momentos o blues. Os próprios definem-se como “sapateado indie”. Bateremos o pé com eles no Palco Antena 3/Portugal 3.0 no dia 4 de setembro.

 

Los Black Jews

11695734_375757209297623_7670337527979591067_nE se uma banda nos transportasse para os cenários dos movimentos hippie dos anos 60? E se ao mesmo tempo nos transportasse para os cenários western? E se ao ouvirmos DK & 90​/​91 Villains sentíssemos que estamos no meio de um teledisco do Clint Eastwood em que cowboys usam coroas de flores? Los Black Jews podem ser definidos assim. Confuso mas brilhantemente conseguido.

Luckee, Maree, Johnee, Moree e Martinee compõem a banda lisboeta que tem DK & 90​/​91 Villains, esse EP spaghetti à portuguesa, como primeiro trabalho. Desafio-te para um duelo. Palco Cisma. 4 de setembro.

 

Taipa + The Blackbirds

11083873_1570011113261291_3911817010555557030_n

Rui Taipa (voz, guitarra ritmo, harmónica, kazoo), Elias Leal (guitarra solo, backvocals) Eduardo Oliveira (baixo), Ricardo “Pedra” Oliveira (bateria), António “TóZé” Almeida (saxofone alto, backvocals). São estes os nomes de Taipa + The Blackbirds.

Podes ouvir aqui Melro, um single do EP Meia Dúzia de Histórias de Rui Taipa. Foi com este trabalho a solo que a banda começou a ganhar forma. Começaram por dar uma roupagem nova às músicas do álbum, deixando sempre margem para a criatividade e espontaneidade. Foi assim que nasceram os Taipa + The Blackbirds.

Dia 4 de setembro, no Palco IMF, os auto-intitulados “melros” vão voar.

O Espalha-Factos vai ao Bosque do Choupal nos dias 3, 4 e 5 de setembro. Encontramo-nos lá?