De 2 a 19 de setembro, o Teatro da Trindade (Lisboa), o Teatro Municipal Amélia Rey Colaço (Oeiras) e o Teatro Miguel Franco (Leiria) recebem a És Cena – 2.ª Mostra Latino-Americana de Teatro. Com mais de uma dezena de peças vindas da Colômbia, Chile, Argentina, Brasil, Uruguai e República Dominicana, o objetivo é refletir sobre a prática das artes cénicas na América Latina. O Espalha-Factos selecionou seis peças que não podes mesmo perder nesta És Cena.

Vai Vem (Colômbia/Portugal)

Foto de José Mónica

Fotografia de José Mónica

A encenação é de Juan Carlos Agudelo e a criação e interpretação de Helena Rosa, Marina Leonardo, Raul Oliveira e Tomás Porto. Nesta produção da Ajagato, os personagens principais são o corpo e o silêncio. Entre o teatro físico e o território visual, os intervenientes encontram-se sem tempo, como se fossem “sombras”, acabando por se cruzar através das suas histórias. “Tal como um caleidoscópio, estas sombras falam dos desapegos, da ilusão, dos vazios humanos, dos medos, da solidão, do amor, da vida e dos impulsos que nos levam a partir”, lê-se no texto de apresentação da peça.

  • 2 de setembro | 21h30 | Sala PrincipalTeatro da Trindade | 60 minutos

La Valija (Uruguai/Portugal)

La-Valija

Entre o teatro e a dança, Valentina Cayota Moreni interpreta uma bailarina e as suas relações com a sua casa, cidade, viagens e pessoas que a rodeiam. Tudo isto através do “diálogo” com uma mala, acompanhada pela música de André Santos.

  • 5 de setembro | 21h30 | Sala PrincipalTeatro da Trindade | 30 minutos

Também a partir desta peça podes participar no workshop de expressão corporal. De 9 a 11 de setembro, entre as 18h e as 21h, a atriz e coreógrafa Valentina Cayota explicará as técnicas usadas na criação da peça. O objetivo é desenvolver uma linguagem própria quer a nível emocional ou sensorial com os adereços.

¡Evita, y yo! (Itália/Argentina)

Sonia-Evita-2-b

Sonia Belforte dá vida à história de Evita Duarte, a jovem que tinha o sonho de ser atriz e acaba por se tornar líder de um país. A atriz também irá recorrer à música e ao canto para ilustrar uma das mulheres mais reconhecidas da Argentina.

  • 8 de setembro | 21h30 | Sala PrincipalTeatro da Trindade| 90 minutos
    10 de Setembro | 22h00 | Teatro Miguel Franco, Leiria | 90 minutos

A Peleja da Voz com a Língua – a Saudade (Brasil/Portugal)

533257

A partir da residência artística e científica de Numa Ciro no ICS-UL surge Saudade, uma das peças do tríptico A Peleja da Voz com a Língua. Com excertos de James Joyce, Fernando Pessoa, Caetano Veloso, Erasmo Carlos ou Hermeto Pascoal, a voz e a palavra serão recursos fundamentais desta peça.

  • 12 de setembro | 21h30 | Sala PrincipalTeatro da Trindade | 60 minutos

De Lorca (República Dominicana)

5944498056_8eb4cb4ab5

Elvira Taveras sobe a palco num monólogo que inclui seis personagens de quatro livros de García Lorca. Através de La Sapatera ProdigiosaBodas de Sangre, La Casa de Bernarda Alba e Yerma, chega-nos a história de seis figuras femininas que lutam em nome do amor e da vida.

  • 15 de setembro | 21h30, Teatro Municipal Amélia Rey Colaço | 60 minutos

Novas Diretrizes em Tempo de Paz (Portugal/Brasil)

DiretrizesInside (576x352) (576x352)

Com interpretações de  Pedro Giestas e Tiago Fernandes e encenação de António Terra, a peça passa-se no final da Segunda Guerra Mundial, altura em que o polaco Clausewitz tenta entrar no Brasil. O polaco começa a falar sobre a sua vida quando Segismundo, o oficial da alfândega, não o quer deixar entrar no país. O texto é da responsabilidade de Bosco Brasil.

  • 19 de setembro | 21h30, Teatro Municipal Amélia Rey-Colaço| 50 minutos

Atividades Paralelas

Além das peças de teatro, a Mostra conta com atividades paralelas. Guillermo Heras, consultor artístico da mostra e director-geral do Iberescena, estará presente em duas conferências nos dias 11 e 12 de setembro. José Alvarez, diretor do Museu Nacional do Teatro e da Dança, falará sobre  a presença do teatro português no Brasil, na Argentina e no Uruguai na primeira metade do século XX, na conferência Um Palco sobre o Atlântico. A Associação Portuguesa de Críticos de Teatro também organiza o Seminário de Novos Críticos, de 2 a 19 de setembro, para que se se discuta e escreva sobre os espetáculos em cena. Felipe Cabeza estará presente no workshop sobre Commedia dell’Arte Contemporânea. No dia 9 de setembro, também será projetado o filme El Funeral de Nerudano Largo do Intendente.

Consulta a programação completa, aqui.

Os bilhetes para a Mostra podem ser adquiridos no Teatro da Trindade, Fnac e Ticketline e têm um custo de 8,00 euros por sessão, com os devidos descontos.