Tramp – A Cilada decorre em 1950 e segue a investigação inesperada de Yann Calec, jovem capitão do Bela Helena, envolvido numa falcatrua preparada pelo seu armador. Um palpitante thriller tendo como pano de fundo uma fraude comercial cometida por um armador. 

Jean-Charles Kraehn começou a sua carreira profissional ilustrando livros de História para várias editoras, tendo-se iniciado na nona arte em 1984 ao desenhar a série Les Aigles Décapitées. Foi em 1993 que escreveu, para a editora de banda desenhada franco-belga Dargaud, o argumento de Tramp – A Cilada,  obra que viria a ser desenhada por Patrick Jusseame, professor de desenho que, dedicando-se à BD a partir de 1982, se impôs como um excelente desenhador realista.

A narrativa começa em novembro de 1949, em Ruão, uma cidade localizada na região histórica da Normandia, no noroeste da França, na qual “a bruma tenaz, que não abrandara desde a madrugada, afogava a cidade e inundava os espíritos”. Julian De Trichère é um armador cuja companhia enfrenta uma situação financeira catastrófica. Com uma doença que lhe conta os dias e uma filha confinada a uma cadeira de rodas, De Trichère vê-se obrigado “a tomar uma terrível decisão”, que passa pela compra de um velho Liberty Ship, um cargueiro construído em série durante a Segunda Guerra Mundial, pelos Estados Unidos, para abastecer de material as forças aliadas.

Yann Calec é um capitão com uma excelente folha de serviços que, na sua busca a todo o custo por um contrato, tropeça em Ester Mallot, a bela e romântica secretária de De Trichère. Entretanto, o armador certifica-se que Bontemps, o capitão de armamento, faz circular o boato do navio sem sorte e que Boissin, um funcionário da repartição de inspeção, concede ao agora Bela Helena a cota de confiança máxima, que corresponde a um navio em perfeito estado para as seguradoras. Em Cumana, num porto venezuelano de pesca tradicional, esconde-se um antigo oficial de submarinos da Kriegsmarine, cujo restaurante é apenas a fachada das suas atividades contrabadistas. O Comandante Kortmann será o responsável por torpedear um projeto e auxiliar outro.

De volta a Ruão, Ester sugere a De Trichère que dê uma vista de olhos ao dossier de Calec, que acaba por ser contratado para comando. O seu imediato será Renato Floss, um marinheiro que fora suspenso pela inscrição marítima por má conduta profissional e que não hesitará em roubar a Calec tudo o que de mais precioso o jovem capitão possui.

Será possível descobrir a verdade e evitar a cilada? É o que se deseja descobrir no próximo episódio, Tramp – O Impasse, no qual se espera encontrar um argumento tão inspirado quanto este primeiro, acompanhado por desenhos igualmente realistas.

Nota: 7/10

Ficha Técnica

Título: Tramp – A Cilada

Título Original: Tramp – Le Piege

Argumento: Kraehn

Desenho: Jusseaume

Cor: Jusseaume

Editora: Edições ASA

Páginas: 61

Preço: 5,50€