Nantes foi a paragem seguinte neste percurso pela Europa, após Bordéus. Lá encontram-se alguns monumentos, como a catedral de Saint Pierre et Saint Paul e o Chateaux dos Duques de Bretanha

O museu de belas artes é outro dos pontos turísticos que a cidade tem para oferecer, com colecções de Monet, Picasso e Kandisky. Infelizmente as galerias estavam em obras e foi impossível apreciar as obras de arte.

No entanto, aquela que pareceu ser a zona que merece mais dedicação foi a rua de la Baclerie, com pequenos restaurantes de várias etnias e culturas, contribuindo para um ambiente altamente multi cromático.

Pouco mais de 100 quilômetros a norte está a cidade de Rennes, que mereceu uma breve paragem. Sem muito para ver, a cidade emergida nas margens do rio Vilaine é conhecida pela forte presença estudantil.

No entanto, a zona ribeirinha, salpicada pelas cores das várias flores, quer nas varandas quer nos vasos das floristas, acaba por ser uma agradável solução para passear.

Le Mont de Saint Pierre

Se alguém dissesse que é neste castelo que são filmadas as cenas de King’s Landing, em Game of Thrones, ninguém acharia estranho. A verdade é que a vista, a arquitectura e o ambiente parecem exactamente sacados do êxito baseado nos livros de George R R Martin.

Erguido no séc VI e com o aspecto actual desde o século XIX, o castelo do monte de Saint Michel é das maiores atrações turísticas do Norte de frança. O estilo arquitetônico transporta o visitante para eras anteriores e agita a imaginação do mesmo.

Rodeado por água aquando da maré alta, é aconselhável ir de shuttle até ao local, pois cerca de 2 quilômetros separam o estacionamento da entusiasmante visita.