A passadeira por onde passam os mais jovens talentos americanos difere na cor e no conceito. Contrariamente ao que acontece nas de cor vermelha, nesta passadeira azul é aprovado e, mais que tudo, esperado um estilo mais descontraído e jovial. Por mais que suspiremos ao ver passar os esvoaçantes vestidos de Elie Saab ou as volumosas saias de Dior, neste evento, tudo o que é alta-costura é olhado de lado. Saibam agora, se os jovens famosos cumpriram ou não as regras com esta seleção dos melhores e piores looks dos Teen Choice Awards 2015.

  • OS MELHORES

Lucy Hale

Lucy Hale

Para um dia de calor como este (pelo menos, em Los Angeles), um look de cores frias resulta que nem um copo de água no deserto e o de Lucy Hale resultou. A atriz conseguiu aliar o prático ao belo num vestido azul escuro, que conjugou com acessórios e calçado simples mas ideais. Enquanto os apontamentos barrocos pretos desenhados sob um tecido vigoroso proporcionam o belo, o corte acima do joelho e o decote generoso facultam-lhe o prático ou, por outras palavras, a ventilação desejada para um dia de verão.

Gina Rodriguez

Gina Rodriguez

O cinzento é uma cor que resulta em qualquer época do ano, ainda para mais quando usado fora dos limites de um usual tecido. Todo o bordado e os detalhes brilhantes tornam-no algo mais do que um simples vestido. Os sapatos foram, definitivamente, a escolha acertada. A pouco e pouco, Gina Rodriguez, que apresentou esta edição dos Teen Choice Awards vai se tornando “the next big thing” como previu, há uns meses, o site The Hollywood Reporter.

Emma Roberts

Emma Roberts

O vestido de Emma Roberts grita perfeição! Ouvem-se gritos vindos do corte elegante, mas adequado ao evento, da conjugação de cores e padrões, dos tons claros e pastéis, do penteado e da maquilhagem. Definitivamente, um dos melhores looks (se não o melhor) desta passadeira azul.

Portia De Rossi

Portia Di Rossi

Portia De Rossi é fã declarada de macacões e arrasa em cada um dos que já usou noutros eventos. Com um padrão muito detalhado e em tons de preto e branco, este não foi exceção, juntando-se à sua longa lista de sucessos em passadeira vermelha com jumpsuits.

Shay Mitchell

shay

Shay Mitchell conhece o corpo que tem e fez, mais uma vez, um uso correto dos seus atributos. Nesta passadeira, a atriz ficou-se, novamente mas devidamente, pelos tons brancos com um vestido coberto de apontamentos pretos, numa das suas metades. O efeito não seria o mesmo sem aquele cinto preto e dourado que ajudam a definir os suas curvas e dão um toque particular ao seu look.

  • OS PIORES

Willow Shields

Willow Shields

Ao mesmo tempo que sinto um tremendo dó pelas críticas que se avizinham à pequena Willow Shields, sou invadida por uma onda de suores que advêm daquelas mangas compridas e daquela saia em pele até ao tornozelo (combinadas com os 34ºC que se fazem sentir em Los Angeles). Para além disso, combinar padrões e acessórios não é uma arte que Willow domina. A atriz achou, ainda, que toda aquela diversidade de riscas não era suficiente e resolveu combiná-las com um enorme cinto de wrestling e uns sapatos roxos.

Rita Ora

Rita Ora

Este é um daqueles looks que me facilita a vida na medida em que não preciso de muitas justificações para o porquê de se encontrar na lista dos piores looks da blue carpet. Talvez seja porque só há uma cor que tolero da cabeça aos pés e o vermelho não é uma delas. Por pouco, também, o cabelo tinha sido pintado de vermelho. Espera lá…aquilo são unhas pretas?

Lea Michele

Lea Michele

Antes de mais, sim, esta escolha foi propositada e ponderada. Lea Michele tem de perceber que os seus tempos de Glee já vão longe e continuar a vestir-se como uma adolescente não vai trazer esses tempos de volta. Com um padrão interessante, o vestido perdeu a sua seriedade devido ao corte infantil e aos saltos vermelhos. Uns sapatos brancos e um penteado diferente podiam ter feito toda a diferença.

Zendaya

Zendaya

A saia comprida só se tolera com muito álcool no sangue. Porém, para a parte superior do look, um coma alcoólico não seria suficiente. Zendaya tem um estilo peculiar mas, ainda assim, usar um pseudo-tutu como crop top não é de todo a escolha sensata. A saia que até tinha um tecido com potencial, perdeu o seu encanto ao ser longa e subida demais.

Laura Marano

Laura MaranoSe o vestido fosse branco, diria que Laura Marano se tinha enrolado num papel higiénico. Não sendo o caso, começo a questionar a possibilidade de haver papel higiénico roxo. Independentemente do tecido que usou, a forma como está posicionado não favorece em nada as suas potenciais curvas.