O evento oficial de apresentação das próximas apostas da Samsung veio demonstrar que, na luta com o iPhone 6 Plus, e contrariamente ao que certos mitos apontam, os asiáticos não vão perder por falta de tamanho. O Galaxy Note 5 e o Galaxy S6 Edge+ são agora os membros mais crescidos da família de smartphones da empresa. 

Iguais por dentro

Ambos têm um ecrã de 5,7″, com uma resolução de 518 pixels por polegada (2560 x 1440). Distinguem-se na dimensão e isso coloca-os entre os phablets, uma espécie de misto entre smartphone e tablet, ideal para quem usa o telemóvel para jogar, ler e ver vídeos. As semelhanças não ficam por aqui: Funcionam com o sistema operativo Android 5.1, têm um processador Samsung Exynos (o mesmo do S6, com oito núcleos), 4 GB de memória RAM e câmaras frontal e traseira de, respetivamente, 5 e 16 megapíxeis. Esta última filma em 4K. No que diz respeito à bateria, os dois contarão com 3.000 mAH, o que representa uma evolução face ao Galaxy S6.

Diferentes por fora

Mas é nos seus acabamentos que residem as maiores diferenças. O Galaxy Note 5, contrariamente à versão 4, é agora todo construído em vidro e metal, o que o torna mais robusto e elegante no aspeto. A caneta stylus, já presente nas anteriores edições do Note, é agora de quinta geração e surge incorporada no corpo do aparelho.

O Galaxy S6 Edge+ é a versão melhorada do S6 Edge, com aumento no tamanho do ecrã (de 5,1″ para os já anunciados 5,7″) e um design em que as pontas do ecrã são arredondadas. É ainda acrescentado um menu com os contactos principais e aplicações mais usadas.

Nos Estados Unidos, a pré-venda do Galaxy Note 5 e do Galaxy SG Edge+ começou esta quinta-feira, chegando ao mercado físico no fim de agosto. Em Portugal, não há data ou preços anunciados, mas ninguém pode esperar preços amigos de todas as carteiras.

O maior disco rígido de sempre, Samsung Pay e um novo smartwatch

  • Além das novas apostas em smartphones, foi também lançado o maior disco rígido SSD existente até agora. Mede 2,5 polegadas e tem 16 terabytes de capacidade, superando os discos rígidos mecânicos, até aqui recordistas na capacidade alcançada. Denominado PM1633a, estará disponível apenas para clientes empresariais, mas pode significar boas notícias para os clientes domésticos, que beneficiarão da evolução tecnológica e poderão ver equipamentos mais antigos a baixar de preço.
  • A Samsung vai lançar o seu sistema de pagamentos. Chama-se Samsung Pay e chega daqui a uma semana à Coreia do Sul. Será introduzido nos restantes mercados de forma gradual, com os Estados Unidos a terem acesso ao serviço no mês de setembro.
  • O Samsung Gear S2 também só vai ver a luz do dia no próximo mês. O novo smartwatch da tecnológica coreana funcionará sob o sistema operativo Tizen.

smartwatch