Prepara os kleenexs: O Diário da Nossa Paixão poderá vir a ter uma versão televisiva. A obra de Nicholas Sparks chegará ao pequeno ecrã pela CW, avança o presidente Mark Pedowitz à Entertainment Weekly

A ideia surge mais de 10 anos depois da bem-sucedida versão cinematográfica protagonizada por Ryan Gosling e Rachel McAdams em 2004. Segundo a sinopse até agora divulgada, a série irá “seguir a história romântica dos dois apaixonados Noah e Allie desde o início da sua relação até à construção das suas vidas e futuro em conjunto perante um cenário de desigualdades raciais, sociais e económicas no final da década de 40, em pleno pós-guerra“.

Se aprovada, esta será a segunda produção de época do canal, juntando-se assim à bem-sucedida Reign, cujo desenvolvimento decorre no século XVI. Esta aposta pode representar uma inesperada mudança na linha de programação do canal, até aqui baseada em séries de ação, sci-fi e romance adolescente.

O projeto é uma produção de Nicholas Sparks em associação com a Warner Bros. Television. O autor irá também ser produtor executivo da série em conjunto com Theresa Park. O showrunner e argumentista principal será Todd Graff.