O relatório anual da ERC para o ano de 2014 aponta: A RTP2 é o canal que oferece “a duração de emissão e programas mais extensa” ao público, totalizando mais de 8428 horas de programação. 25% da sua programação é, além disso, dedicada às crianças e jovens. 

O segundo canal público dedicou 29,2% do seu tempo de emissão aos programas de cariz infantojuvenil. Foram 12553 programas, divididos entre desenhos animados (57%) e programas educativos (27,6%). O entretenimento é o principal objetivo desta programação (70% dos programas têm essa função), seguido pela formação (27,6%).

Na SIC, a programação infantojuvenil ocupou apenas 7,7% da grelha, num decréscimo de quase 100 horas em relação a 2013, para as 469 horas. O resultado é semelhante na TVI: 7,4% da grelha é dedicada às crianças e jovens, num total de 481 horas de transmissão.

A RTP1 é, neste segmento, o canal que mais se destaca pela negativa: 4 horas de emissão de conteúdos infantojuvenis durante todo o ano de 2014.